Brasil

GILMAR DEFENDE O FIM DA LAVA JATO

Gilmar Mendes, em entrevista a El País, defendeu o fim da Lava Jato:

“Eu não sei se é ainda necessária. Ainda tem corrupção na Petrobras? Quais são os casos? O que remanesce? Porque eu tenho a impressão de que a força-tarefa é uma medida excepcional para situações excepcionais. No mais tem que funcionar com a rotina, com o número de procuradores e uma Procuradoria normal. Atividade normal, um juiz normal, que não estabeleça relações promíscuas com os membros. O juiz é um órgão de controle, ele não é agente de investigação. E esta confusão se estabeleceu também por causa disso.”

Gilmar, pelo declarado, acha que quem critica Ministros do STF quer desestabilizar, amedrontar, ou conseguir que seus desejos sejam realizados por uma via coativa:

É claro que temos vivido situações muito especiais. Esse ataque a instituições, isso que vem sendo revelado e que nos levou a abrir aquele inquérito [de fake newssobre o Supremo]. Porque o tribunal vem sendo alvo de ataques, às vezes, por entes invisíveis, ou não exatamente invisíveis. Vocês podem reconhecer a boa qualidade das peças que circulam contra o Tribunal. Há conteúdo e elaboração que é feito por alguém, que está sendo financiado. Muitas vezes, vemos que, por trás desse tipo de intenção [pedido de impeachment de integrantes da Corte, por exemplo], há uma desculpa para desestabilizar, amedrontar, ou conseguir seus desideratos por uma via coativa. Isso se usou no Brasil. A abertura de inquérito para investigar ministro do STJ, o presidente e um outro, se deu neste contexto. E qual foi o resultado? O STJ perdeu qualquer função em seu sistema de controle. Ficou um Tribunal amedrontado. A partir de uma acusação estapafúrdia, feita pelo senador Delcídio [Amaral], foi levado para o ‘pelourinho’ o presidente do STJ [na época, Francisco Falcão] e outro juiz [Marcelo Navarro]. Acusados de supostamente terem dado decisões favoráveis a Marcelo Odebrecht – fruto de uma possível combinação com a Dilma. Um fato que não era nem provável, nem provado. Transformou-se, portanto, num elemento de coação. Eu denunciei o absurdo de terem aberto esse inquérito. Até que ele, de fato, foi encerrado. Precisamos prestar atenção. E há também essa deslegitimação. Em que a mídia convencional também foi parte.

DIA 17/11 NAS RUAS EM TODO BRASIL!

ALCOLUMBRE, CADÊ O IMPEACHMENT DO GILMAR???

3 Replies to “GILMAR DEFENDE O FIM DA LAVA JATO

  1. Ao que me parece é que o Ministro Gilmar Mendes, data venha, tem estado muito estressado, demonstrando preocupação, parece amedrontado, demonstrando ter culpa de algo muito serio de erro cometido, com medo de ser delatado, por essa razão faz o possível e impossível para por fim a Lava Jato que tem prestado relevantes serviços ao País, a população brasileira. Excia. quem não deve não teme. Apazigue o seu coração e deixe a Lava Jato trabalhar em paz. Todos somos iguais perante a lei, se eu cometi algum crime , que me investiguem, se culpado deverei pagar pelo crime cometido. Se vossa excelência praticou algum crime, será investigado e se comprovado, deverá pagar pelo crime praticado. Vossa Excelência por ser Ministro justiça,deveria estar contente,pois a justiça está sendo feita ou Vossa Excelência como Ministro da Justiça prefere que a injustiça continue a perpetuar nesse país. Vossa Excelência por ser Ministro da Justiça não é melhor do que ninguém e nenhum dos seus pares. Pare com essa perseguição a Lava Jato Excia Gilmar Mendes. O COAF também tem voltar Excia. Se continuar com este nervosismo terá um enfarto breve ou um AVC. Evite que que isto lhe aconteça. Aconteceu comigo e não quero que aconteça com ninguém. Faça o seu trabalho com justiça e não seja injusto com ninguém por favor seu Ministro. Que o STF cumpra o seu papel de fazer justiça e não injustiça.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.