Brasil

O MOMENTO É GRAVÍSSIMO! MAIS DO QUE NUNCA É PRECISO UNIÃO DOS BONS!!!

Vivemos um dos momentos mais graves da história política brasileira. Jamais houve um conjunto tão grande de forças, dentro e fora das nossas fronteiras, dispostas a inviabilizar o governo e a perseguir todos os que dão sustentação a ele no parlamento, na internet e nas ruas.

A rede de solidariedade e articulação estratégica da esquerda latino-americana (Foro de São Paulo/Grupo de Puebla) está promovendo a desestabilização de nossos vizinhos e de nossos aliados, buscando criar o ambiente propício para tentar fazer o mesmo em território brasileiro.

As narrativas que alimentam a tentativa calhorda e cínica de criminalização da defesa do governo na internet também vão avançando. Simultaneamente, o establishment e supostos ex-aliados do Presidente se juntam à esquerda para atacar a ele e a seus aliados mais próximos.

Apesar disso, é possível fazer bem mais pelo Brasil do que apenas protegê-lo desses ataques. É possível ajudar o Presidente a avançar ainda mais no combate à corrupção e ao crime; a seguir abrindo nossa economia; a seguir protegendo nossa herança cultural e nossos valores…

Estude a realidade, busque se informar, esforce-se para enxergar através das mentiras e falsas narrativas propagadas pelo braço midiático do establishment, conscientize os que estão ao seu redor e ore pelo Brasil e para que a verdade se imponha e prevaleça em nosso país.

Não se esqueçam que Deus favorece e abençoa os audazes. A providência nos trouxe até aqui e continuará a guiar o nosso povo e o nosso país, se formos humildes e soubermos confiar, sem vãs esperanças e conscientes de que este mundo e esta vida não passam de um rascunho.

Filipe G. Martins, Professor de Política Internacional, analista político, e Assessor Especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais.

4 Replies to “O MOMENTO É GRAVÍSSIMO! MAIS DO QUE NUNCA É PRECISO UNIÃO DOS BONS!!!

  1. Nós brasileiro temos que nos manisfestar e mostrar o nosso apoio total ao presidente e o atual governo.

  2. O brasileiro conservador e de direita conscientizou se de que o momento é este para não deixar mais o País cair nas mãos dos facínoras da esquerda. O Exército atual não é ideológico partidário e está de prontidão para se for preciso defender a integridade nacional ir para a batalha e o povo vai somar contra qualquer levante comunista bolivariano contra o Governo.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.