Brasil

DIREITO DE RESPOSTA À CRUSOÉ E FELIPE MOURA BRASIL!

FELIPE MOURA BRASIL fez uma longa matéria para a revista Crusoé, se utilizando de supostas conversas privadas, para atacar quem ele chama de “milicianos bolsonaristas”, com o claro objetivo de colocar tais pessoas na mesma condição de MAV’s, numa espécie de vingança pessoal por ter sido criticado pela turma. 

Como tive meu nome citado, me sinto no dever de comentar, até porque está sendo feita, novamente, uma perseguição vil contra muitas pessoas corretas que cometem o único crime de se engajar politicamente para mudar o Brasil, enquanto canalhas falam nas teses de Burke. 

São os “liberais” e “conservadores” de gabinete, inclusive alguns fazem carreira nas costas dos “milicianos” e “extremistas”, aproveitando a primeira oportunidade para traí-los e colocar toda a sua “cultura” a serviço do establishment bandido, propositalmente ou por ingenuidade. 

Na matéria, FELIPE MOURA BRASIL compara a milícia petista, paga usualmente pelo próprio partido com verba pública, ou pelo governo com verba de publicidade milionárias para “jornalistas”, com o fato de pessoas que participam do movimento conservador, desde sempre terem, cargos públicos. 

Pode ser questionado o tempo dedicado às redes sociais, se tais contratados não fazem um trabalho de comunicação, mas não que elas tenham o direito de adotar uma posição política pública, ainda mais num ambiente onde a esquerda ocupa quase TODOS os espaços. 

A matéria é claramente auto-contraditória. Coloca como personagem principal da articulação “bolsonarista” o Otávio Fakhoury, um empresário muito bem sucedido, que obviamente faz política por um senso de dever cívico, já que ganharia muito mais dedicando seu tempo aos negócios. 

Ele investiu no Crítica Nacional, um portal independente que traz informações de um ângulo que você não encontrará na extrema-imprensa. Adotou um editorial pró-governo? Sim, mas qual é o problema? Se 99% da imprensa é contra, é salutar que existam vozes a favor. No que se refere a mim, o artigo erra. Não sou economista.

E foi no mínimo curiosa a citação como “fundador de produtora de documentário”. Fiz minha carreira no mercado financeiro e ajudei a fundar o Brasil Paralelo, entre várias outras empresas. 

Se o “jornalista” tivesse entrado em contato comigo, corrigiria a informação. Esse é outro ponto sobre a matéria. FELIPE MOURA BRASIL não ouviu ninguém que foi citado, rasgando todos os manuais jornalísticos. Simplesmente atacou, sem dar espaço para as pessoas se defenderem. 

Moura Brasil ainda cita um grupo de Whats que eu integro para organizar a ação contra a difamação feita pelo Estadão. A reunião dessas pessoas após tal acusação deixa claro que pouco havia contato antes disso, ou seja, prova quanto a acusação do jornal foi falsa. 

Ele pergunta como um conservador pode incitar pessoas a “atacar” jornalista, se referindo à mensagem de Otávio, esquecendo que foi o jornalista que atacou os integrantes do grupo, atribuindo falsamente a eles o crime de difamação de adversários políticos. 

Sobre o suposto caso de “reunião secreta”, fica claro no áudio do Fakhoury como ele foi irônico ao falar de “central de conspiração”. A reunião era tão secreta que um dos seus participantes, o Felipe Martins, postou foto da mesma nas redes sociais. 

Em relação à coordenação para se opor ao General Santos Cruz, FELIPE MOURA BRASIL insiste na tese de que a motivação ao movimento foi o bloqueio de verbas publicitárias aos “milicianos”, mesmo que o próprio Santos Cruz já tenha desmentido várias vezes tal tese. 

“As informações divulgadas, de que, quando ministro responsável pela SEGOV, eu teria bloqueado ou divergido sobre um possível pagamento de 320 ou 400/420 mil reais pela SECOM ou de discordância sobre possíveis programas a serem veiculados na EBC são absolutamente mentirosas”. 

Tampouco correspondem à verdade os rumores de um embate com o secretário Wajngarten. “Fabio nunca falou comigo sobre isso”, disse. “Se existe a ideia, comigo não comentou.

Nada de recurso foi destinado ( a blogs ) neste ano e até a hora em que saímos não havia nada previsto.” Foi assim que Santos Cruz tratou a questão na última entrevista sobre o tema, na Época, no dia 20/06.

Na própria matéria do Moura Brasil, a troca de mensagens revelada, mostra integrantes da “milícia” criticando comunicação do governo, muto mais pelo tom do que por verba. 

As conversas mostram, claramente, que o objetivo de pedir a cabeça de Santos Cruz era o seu total desalinhamento com Bolsonaro, a ponto dele intervir em outros ministérios a fim de garantir verbas para a esquerda. Ninguém falava em derrubar Santos Cruz por bloqueio de verba. 

Talvez o ataque mais vil de todos tenha sido feito contra a Paula Marisa, professora concursada de Canoas que foi duramente perseguida por uma administração petista, por se colocar contra a ideologia de gênero, quando o secretário de educação era o marido da Maria do Rosário. 

A Paula Marisa chegou a ser colocada numa sala com três pessoas que praticaram tortura psicológica para que ela assinasse a própria exoneração, além dela ser trocada de colégio sistematicamente.

Ela foi perseguida de todas as formas, produzindo nela um quadro depressivo. Ela atua na Secretaria da Cultura porque não tem como atuar como professora no momento, já que se recupera do quadro depressivo produzido exatamente pela brutal perseguição a que foi submetida.

Por isso, recebe R$ 2 mil a mais e pode defender os valores conservadores na área. Isso transforma ela numa “miliciana bolsonarista” paga como uma MAV? Ora, ela colocou em risco a sua carreira e a sua vida pessoal e está no meio dos leões (cultura usualmente é dominada pela esquerda) para defender seus valores.

Duvido que mude se perder o cargo. A mesma lógica se aplica a quase todos os nomes ali expostos. Pessoas que dão a cara a tapa para lutar por um país melhor, sendo atacados de forma vil por um isentão que só é conhecido pelo trabalho feito com Olavo de Carvalho, considerado o grande vilão pela isentosfera. 

O Brasil vive sob o império do crime. O presidente da Câmara, o Botafogo da planilha de propinas da Odebrecht, é tratado pela isentosfera como “primeiro-ministro”. O STF com seu AI-5 (inquérito sigiloso), calando críticos, o TCU proibindo campanha do pacote anti-crime… …os deputados e os senadores aprovando leis que não só blindam a eles mesmos, mas os piores bandidos.

Nessas horas temos que lembrar que a isentosfera exigia, desde o início do mandato, que Bolsonaro “articulasse” com a classe política podre, para aprovar a previdência. Por decisão, ou por falta de alternativa, Bolsonaro fez exatamente isso, pelo que está sendo acusado de ter feito um “Acordão”. Eu sempre fui contra essa postura, e continuo sendo acusado de “extremista”. 

Não deixa de ser curioso que o FELIPE MOURA BRASIL acusa parte dos apoiadores de Bolsonaro de ocuparem cargos públicos, como se isso fosse crime, sem nunca ter falado nada sobre seus amigos do MBL, que também estão em gabinetes de parlamentares do grupo. 

Enquanto a esquerda e o Centrão dominam quase todos os espaços, e temos o primeiro presidente não socialista em décadas, isentões resolvem que a maior ameaça ao Brasil é representada pelo projeto conservador de Bolsonaro,chegando ao ponto de usar mensagens privadas para atacá-lo. 

Por ego, por interesses pessoais ou por mera burrice, esse grupo se organiza numa verdadeira milícia, usando os piores meios para atacar quem não concorda com suas premissas, seguindo a velha máxima atribuída a Lênin: “acuse os seus adversários do que você faz”. 

Leandro Ruschel, membro do Conselho de Administração do Movimento Avança Brasil

9 Replies to “DIREITO DE RESPOSTA À CRUSOÉ E FELIPE MOURA BRASIL!

  1. De nossa parte, que fundamos o Patriotas, que fizemos em 2015 o primeiro seminário contra ideologia de gênero, tendo alcançado milhões de pessoas pelo radio, jornais e por mídias sociais, quando ninguém falava em ideologia de gênero, continuamos pagando tudo do nosso bolso, sem ajudas, sem cargos e sem coisa alguma. Lamento pela postura do Felipe.

  2. Eu não entendo uma coisa defendemos o governo defendemos a lava jato então defendemos as mesmas coisas e fica um atacando o outro, vão atacar os bandidos, os verdadeiros inimigos da democracia escondidos no parlamento, no STF, no TCU, até no MPF.

  3. INFELIZMENTE UMA PARTE DOS JORNALISTAS QUER SENSACIONALISMO, AUTO PROMOÇÃO, FICAR BEM COM A MÍDIA , COM A ESQUERDA,CENTRÃO E MILICIANOS NA TENTATIVA DE DESTRUIR AQUELES QUE DESEJAM O BEM DO PAÍS. ESSA PARTE DE JORNALISTAS, O QUE MAIS DESEJA E DESTRUIR O BRASIL E AQUELES QUE TRABALHAM PARA QUE SE TENHA UM PAÍS LIMPO, SEM CORRUPÇÃO,SEM CRIME, SEM DESAFETO,QUE VIVA EM HARMONIA, ONDE DEUS ATUA COM SEU PODER INFINITO, POIS BEM-AVENTURADA É A NAÇÃO CUJO DEUS É O SENHOR,E O POVO QUE ELE ESCOLHEU PARA SUA HERANÇA SALMOS. 33:12. OS DONOS DESSA RICA,PODEROSA E BELA NAÇÃO, NÃO SÃO JAIR BOLSONARO E SEUS MINISTROS, O CONGRESSO NACIONAL,CÂMARA DOS DEPUTADOS, SENADO DA REPÚBLICA,STF.TSE,STJ. PRF OU OUTRA INSTITUIÇÃO QUALQUER, EMPRESÁRIOS, AS CLASSES MAIS RICAS DESSE PAÍS, ETC,ETC,ETC. MAS É O NOSSO DEUS TODO PODEROSO. ELE ESTÁ VENDO TUDO QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO.POIS ELE É ONISCIENTE, ONIPRESENTE E ONIPOTENTE. DEIXEMOS DEUS AGIR. AINDA ANTES QUE HOUVESSE DIA, EU SOU; E NÃO HÁ QUEM POSSA LIVRAR ALGUÉM DAS MINHAS MÃOS; POIS AGINDO EU, QUEM IMPEDIRÁ? ISAÍAS 43:13. O INFERNO NÃO PREVALECERÁ CONTRA O BRASIL!!!

  4. Que pena que o Felipe Moura Brasil que eu considerava um homem de bem, esta pendendo para o quanto pior, melhor. Nao da para entener o que essa gente quer. Quando Hillary estava em campanha, ele ja comecou a mostrar a sua tendencia. E lamentavel constatar que no Brasil nao adianta ser honesto, probo, correto, digno, sincero e amar sua Patria, a Deus e seu povo. Alguns elementos que detem o poder da comunicao se encarregam de denegrir, deturpar e atrapalhar qulquer tentativa de solucao do caos que o PT deixou ai. Lamento muito e mais um decepcao nessa nacao gigante

    1. Simplesmemte ele está vendo que a ficha caiu e o tão esperado por todos nós, que iria mudar o Brasil é só mais um com outra roupagem para confundir e se passar como mocinho.

  5. Sinceramente isso só mostra que a podridão do jornalismo começa na formação socialista dessas pessoas, a faculdade entra como fator predominante nesse episódio, pois uma hora o que foi absorvido lá se mostra mais a frente. O jornalismo brasileiro e mundial está nas garras do comunismo. Triste isso, Felipe era alguém admirável no meu conceito, mas com isso só mostra que também é mais da mesma velha imprensa.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.