Brasil

7 X 4: STF DIZ QUE DELATADO DEVE FALAR APÓS DELATOR

A maioria dos ministros do STF considerou que réus delatados têm direito de apresentar alegações finais após seus delatores.

Votaram pelos prazos sucessivos Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Dias Toffoli.

Pelo prazo comum, como diz a lei, votaram Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Marco Aurélio Mello.

Os ministros discutem agora em qual extensão serão anuladas condenações em que houve prazo comum.

Dias Toffoli propôs que isso aconteça quando delatores tiverem acordo homologado; para delatados que pediram prazo sucessivo em todas as instâncias; e quando ele demonstrar prejuízo com o prazo comum.

Gilmar Mendes aproveitou a leitura de seu voto para voltar a atacar a Deltan Dallagnol e Sergio Moro. Segundo ele, a Lava Jato “usava-se a prisão provisória como elemento de tortura”.

“Quem defende tortura não pode ter assento na Corte Constitucional. O Brasil viveu uma era de trevas no que diz respeito ao processo penal.”

Gilmar Mendes, ainda em suas críticas à Lava Jato, disse que é preciso combater a corrupção “dentro do Estado de Direito”.

Segundo ele, “não parece haver dúvida de que o juiz Moro “era o verdadeiro chefe da força-tarefa de Curitiba”.

“O núbio entre julgador e polícia pode ter até algum fetiche, até de índole sexual… moderação aqui! Julgador é órgão de controle, não é órgão de investigação.”

Gilmar usa em sua fala, textos das mensagens ROUBADAS pelo Intercept e sem comprovação de serem verdadeiras, para atacar Moro, toda força-tarefa da Lava Jato e o Professor Modesto Carvalhosa. INACREDITÁVEL!!!

3 Replies to “7 X 4: STF DIZ QUE DELATADO DEVE FALAR APÓS DELATOR

  1. Se a Constituição foi feita por comunistas para proteger delinquentes, porque o STF que é uma instituição para fazer justiça não a denuncia como uma constituição injusta e passe a cumprir a justiça na sua realidade deixando tal constituição de lado. Cumpra o seu papel como cumpridor da justiça. Em sua fala , o Ministro Gilmar em suas críticas a Lava Jato, entre outras citações, disse que é preciso combater a corrupção”dentro do Estado e de Direito”. Porque ele mesmo não sugere ao Senado a levar em frente a investigação da Lava Toga?

    1. Todos os 11 ministros foram indicados pela esquerda. Portanto não irão depor contra uma CF de esquerda.

  2. Como leigo que sou, percebo que o STF está muito confuso,não há unidade entre seus componentes, creio que para qualquer matéria a ser tratada, os seus propositores antes de lavar para o plenário, deveriam reunir todos os seus componentes para discutir tal assunto, para quando fosse para o plenário, todos eram conhecedores do mesmo, não seria estressante para quem dele fizesse parte e seria mais compreensivo para quem estivesse assistindo ou ouvindo

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.