Brasil

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DIZ QUE NÃO HÁ PREVISÃO DE IDA DE MORO AO AMAPÁ

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou neste domingo que, pelo menos por enquanto, não há previsão de que Sergio Moro vá à cidade de Pedra Branca do Amapari, no Amapá, perto da aldeia da etnia waiãpi, invadida e tomada por homens armados.

Mais cedo, a prefeita da cidade, Beth Pelaes, havia afirmado que já tinha a confirmação da presença de Moro no local, provavelmente na segunda-feira, dia 29.

“O ministro Moro confirmou. Estou aguardando a confirmação do presidente Jair Bolsonaro, da ministra Damares [Alves] e da secretária nacional de saúde indígena, a Silvia [Nobre Waiãpi]. Provavelmente eles virão, porque estão prestando todo o apoio para a gente com relação à Polícia Federal, ao Bope e ao Exército. Estou aguardando confirmação ainda”, dissera Pelaes ao Estadão.

Na agenda de segunda-feira divulgada pelo ministério, não há qualquer viagem ao Amapá. Moro, em princípio, só terá compromissos em Brasília nesta segunda.

Damares, por sua vez, disse que vem mantendo contato com a prefeita de Pedra Branca do Amapari e está à disposição para visitar a área indígena.

O Palácio do Planalto também não confirmou se Bolsonaro pretende ir ao local.

A situação na aldeia waiãpi é tensa desde o assassinato do líder indígena Emyra Waiãpi. A Polícia Federal instaurou inquérito para investigar o caso. O MPF no Amapá também abriu uma investigação.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.