STF

Como 19 de dezembro não virou o “Dia dos Bandidos”

Por muito pouco, 19 de dezembro de 2018 não entrou para a História do Brasil como o “Dia dos Bandidos”. O presidente do Supremo Tribunal Federal, José Dias Toffoli, foi forçado a tomar a única decisão monocrática legítima ao cassar uma liminar do ministro Marco Aurélio de Mello que ordenava a soltura imediata de todos os presos condenados após segunda instância, sem que se esgotassem todos (os infindáveis) recursos judiciais possíveis.

#LulaPreso: o crime e o castigo
Editorial

#LulaPreso: O crime e o castigo

Lula será preso por pouco mais de doze anos. Terá pelo menos meia década de vida na cadeia. O crime? Ter recebido vantagens de empreiteiros por meio de negociatas do governo público. Justo? Muito. Mas há muito mais crime na história da esquerda brasileira do que Lula jamais poderá representar.

Marcos Valério e o fim do tucanopetismo
Editorial

Marcos Valério e a delação do fim do tucanopetismo

A delação mais importante da história não tem vindo de empresários. A delação de Marcelo Odebrecht foi enorme, muita coisa ainda vai ser julgada. Mas foi pouco. As mais bombásticas, até o momento, partiram de pessoas do meio político, como Delcídio do Amaral. Mas nenhuma pode atingir tanto o esquema do tucanopetismo quanto a de Marcos Valério.

Lula, o acumulador de provas
Editorial

Lula: o acumulador de provas

Lula é um acumulador de provas. Não são apenas indícios, como querem dizer os esquerdistas. As provas sobre o sítio, sobre o apartamento do Guarujá e outras tantas ainda são poucas. Ainda há diversas outras provas e delatores prontos a dizer a verdade. Restará aos brasileiros conseguir digeri-las.

Lula, o autor do problema, jamais será a solução
Libertar o Brasil é espalhar a verdade
Editorial

Libertar o Brasil é espalhar a verdade

Numa semana que começou com o preparo para o interrogatório do réu Lula e terminou com o maior ciberataque da história da humanidade, o brasileiro acaba nem lembrando de uma data importante da história de nosso país: o dia 13 de maio. O dia da libertação dos escravos.

As ameaças de Lula-Nine à democracia
Editorial

As ameaças de Lula-Nine à democracia

As ameaças que Lula-Nine fez de, se eleito presidente, mandar prender Sérgio Moro e os jornalistas que o criticaram vem carregada de sinceridade. Lula pensa em se impor como um ditador do proletariado, se eleito, já em 2019. Pretende controlar a mídia e a justiça com mão de ferro. Aliás, se ele mesmo vai mandar prender, o que ele quer é exatamente o que sempre quis Mussolini, Stalin e Fidel Castro: implantar uma ditadura do proletariado comunista.

Leia mais em nosso site:

A verdadeira notícia é Lula ainda estar solto
Editorial

A verdadeira notícia é Lula ainda estar solto

Terrorismo na Avenida Paulista. José Dirceu, o cérebro do PT, solto com tornozeleira eletrônica. Marine Le Pen disputa com Macron o segundo turno na França. Trump mostra os músculos e se impõe contra ditaduras socialistas. Todas essas notícias encobrem a verdadeira notícia da qual pouco se fala no Brasil: Lula ainda está solto.

Os absurdos da política brasileira numa imagem.
Editorial

Os absurdos da política brasileira e a influência da esquerda global

Não bastasse os absurdos normais da própria ideologia de esquerda, a política nacional, esquerdista até entre conservadores, investe em tentativas abusivas de legislar a favor da impunidade. Lei de imigração aprovada, lei de abuso de autoridade em andamento e tentativas do próprio Ministério Público Federal de destruir a Lava Jato por dentro são os abusos nesse momento.

É preciso que o povo brasileiro se reúna numa nova constituinte para construir uma república de estados unidos brasileiros, uma república federalista plena.
Educação

A solução para a corrupção é uma nova constituinte

Não há como escrever a palavra corrupto sem PT. Não por acaso, na lista do Janot há alguns notáveis petistas. Porém o que mais aflige aos brasileiros neste momento é o fato do PT poder continuar se financiando de dinheiro desviado ainda não recuperado. A verdade é que a solução para isso não é nada simples: precisamos de uma nova constituinte.

Luiz Inácio Lula do Silva: o inimigo do Brasil
A esquerda tirana está perdendo poder e espaço. E precisa perder ainda mais.
Editorial

Esquerda tirana e o fim da democracia

A esquerda tirana e quer o fim da democracia. Ela está presente no Brasil, no Paraguai, na Venezuela, na Bolívia, no Equador e no Chile. Foi vencida no Paraguai e na Argentina, países que já estão começando a se recuperar com governos gestores no comando. No entanto ainda atrapalha, e muito, no Brasil, na Venezuela, no Paraguai e em Cuba, onde ainda domina.

O federalismo foi o verdadeiro legado da maçonaria
Editorial

Federalismo é o verdadeiro legado da maçonaria

Não foi a Revolução Francesa, que criou a república da França, a revolução maçônica de fato. Foi, na verdade, a Independência Americana a origem da reorganização de governo em que os maçons mais trabalharam. E foi a Revolução Americana que, na verdade, inspirou a Francesa.

Intervencionistas: o Brasil não precisa de mais tiranos no poder.
Editorial

Os intervencionistas, o positivismo e a solução federalista

O Brasil tem solução, sim. E a intervenção tem de ser do povo, pelo povo e para o povo. Jamais comandada por elites vermelhas ou elites aquarteladas. O Brasil só terá ordem e progresso quando tiver Liberdade, Igualdade e Fraternidade. E já não há mais espaço para desinformação e equívocos.

Lula será preso
A alta cultura pode tornar a nossa política mais civilizada.
Editorial

Cultura precisa evoluir para a política poder avançar

Política é cultura. Não há nenhum equívoco nessa afirmação, já que são os políticos que fazem a gestão do que é ensinado nas escolas e universidades públicas, promovendo, portanto, a cultura na qual eles mesmos acreditam. E eles acreditam na cultura da qual vieram.

Não assassinarás: o Brasil é o país mais violento do mundo.
Editorial

Não assassinarás: 60 mil pecados por ano

Os Dez Mandamentos foram revelados por Deus para Moisés no Monte Sinai. O sexto mandamento dizia: “não assassinarás” — e não “não matarás”, pois há uma enorme diferença. Matar é tirar a vida de algo ou alguém, moralmente ou imoralmente, legalmente ou ilegalmente. Já assassinar é tirar a vida de alguém de forma imoral ou ilegal.

Editorial

Folha e CartaCapital: vocês são notícias falsas

Não deu para engolir quando uma empresa do grupo Folha disse que havia muito menos gente na rua nas manifestações de março de 2015 e 2016 do que de fato havia. Em 2016, a tecnologia na Av. Paulista foi capaz de provar que havia mais de 2 milhões de pessoas na avenida. Folha havia publicado mais notícias falsas sobre esse assunto.

Presídio em Ilha Grande foi o lugar onde a esquerda na cadeia se encontrou com bandidos e fundaram o Comando Vermelho, primeira organização criminosa voltada ao narcocomunismo e a conquista de territórios em favelas.
#LavaJatoLavaAlma