Temer, Aécio, Cunha, Dilma, Lula, PT, PMDB e PSDB no ostracismo

Temer, Lula, Aécio, Cunha e Dilma no Ostracismo do Brasil

Temer acaba de entrar no Ostracismo do Brasil. Junto com outras presenças ilustres, Michel Temer agora faz parte do seleto grupo de políticos a serem esquecidos. Junto com Cunha, Lula, Dilma, Aécio e os outros todos da lista da Odebrecht. Outras listas devem surgir, e, junto com elas, novas denúncias de corrupção com provas contundentes. O resultado disso será bom para o Brasil.

A verdadeira notícia é Lula ainda estar solto

A verdadeira notícia é Lula ainda estar solto

Terrorismo na Avenida Paulista. José Dirceu, o cérebro do PT, solto com tornozeleira eletrônica. Marine Le Pen disputa com Macron o segundo turno na França. Trump mostra os músculos e se impõe contra ditaduras socialistas. Todas essas notícias encobrem a verdadeira notícia da qual pouco se fala no Brasil: Lula ainda está solto.

Os absurdos da política brasileira e a influência da esquerda global

Os absurdos da política brasileira numa imagem.

Não bastasse os absurdos normais da própria ideologia de esquerda, a política nacional, esquerdista até entre conservadores, investe em tentativas abusivas de legislar a favor da impunidade. Lei de imigração aprovada, lei de abuso de autoridade em andamento e tentativas do próprio Ministério Público Federal de destruir a Lava Jato por dentro são os abusos nesse momento.

A solução para a corrupção é uma nova constituinte

É preciso que o povo brasileiro se reúna numa nova constituinte para construir uma república de estados unidos brasileiros, uma república federalista plena.

Não há como escrever a palavra corrupto sem PT. Não por acaso, na lista do Janot há alguns notáveis petistas. Porém o que mais aflige aos brasileiros neste momento é o fato do PT poder continuar se financiando de dinheiro desviado ainda não recuperado. A verdade é que a solução para isso não é nada simples: precisamos de uma nova constituinte.

Chega de intervenção do estado na vida das pessoas

Chega de intervenção do estado na economia e na vida das pessoas.

Chega de intervenção do estado na vida das pessoas. Os políticos de Brasília acreditam tanto no inconsciente projeto comunista inculcado pela arquitetura de Oscar Niemeyer e o projeto de Juscelino Kubitschek e João Goulart, que acreditam que podem passar leis do dia para a noite.

Esquerda tirana e o fim da democracia

A esquerda tirana está perdendo poder e espaço. E precisa perder ainda mais.

A esquerda tirana e quer o fim da democracia. Ela está presente no Brasil, no Paraguai, na Venezuela, na Bolívia, no Equador e no Chile. Foi vencida no Paraguai e na Argentina, países que já estão começando a se recuperar com governos gestores no comando. No entanto ainda atrapalha, e muito, no Brasil, na Venezuela, no Paraguai e em Cuba, onde ainda domina.

Federalismo é o verdadeiro legado da maçonaria

O federalismo foi o verdadeiro legado da maçonaria

Não foi a Revolução Francesa, que criou a república da França, a revolução maçônica de fato. Foi, na verdade, a Independência Americana a origem da reorganização de governo em que os maçons mais trabalharam. E foi a Revolução Americana que, na verdade, inspirou a Francesa.

Os intervencionistas, o positivismo e a solução federalista

Intervencionistas: o Brasil não precisa de mais tiranos no poder.

O Brasil tem solução, sim. E a intervenção tem de ser do povo, pelo povo e para o povo. Jamais comandada por elites vermelhas ou elites aquarteladas. O Brasil só terá ordem e progresso quando tiver Liberdade, Igualdade e Fraternidade. E já não há mais espaço para desinformação e equívocos.

Por que governos querem desarmamento?

Bandidos fortemente armados não revogaram o desarmamento.

EDITORIAL Por que governos querem desarmamento? Porque são tiranos covardes. Desde a independência americana, cujo constituição em seu artigo segundo permite a existência de cidadãos comuns armados –sem os quais não haveria a independência americana da metrópole britânica, diga-se — estabeleceu-se, de forma clara, que um povo só pode ser livre se for armado. O […]