Avança Brasil http://avancabrasil.site O Brasil tem jeito! Depende de nós!!! Mon, 28 May 2018 00:13:47 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.10 https://i0.wp.com/avancabrasil.site/wp-content/uploads/2018/05/cropped-PicsArt_05-11-05.39.04.jpg?fit=32%2C32 Avança Brasil http://avancabrasil.site 32 32 117231705 O Início da Tempestade Perfeita http://avancabrasil.site/2018/05/27/o-inicio-da-tempestade-perfeita/ http://avancabrasil.site/2018/05/27/o-inicio-da-tempestade-perfeita/#respond Sun, 27 May 2018 23:52:20 +0000 http://avancabrasil.site/2018/05/27/o-inicio-da-tempestade-perfeita/ O Problema do Brasil é tão mais embaixo, que vai desde excessiva tributação, estado desestruturado, governo que como um câncer em metástase vai aparelhando tudo, gerações sem educação, economia em frangalhos, falta de cultura e patriotismo, um povo que não conhece seus verdadeiros heróis, pelo que estes lutaram e seu verdadeiro passado sem subversão, e por isso sempre continuando em uma eterna inércia, somada a manipulação dos meios de comunicação que agora tão somente está sendo questionado em função da internet e das redes sociais, falta de democracia, terceirização da população para que outros resolvam seus problemas e por aí vai, seria uma lista gigantesca, que não tenho a mínima capacidade de identificar todas, ficando isso para os profissionais, e como condições de dar a solução para todas estas como se pudessem ser resolvidas sem um trabalho de toda uma nação, em todos suas classes e durante décadas. Leia mais:

O post O Início da Tempestade Perfeita apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
O Problema do Brasil é tão mais embaixo, que vai desde excessiva tributação, estado desestruturado, governo que como um câncer em metástase vai aparelhando tudo, gerações sem educação, economia em frangalhos, falta de cultura e patriotismo, um povo que não conhece seus verdadeiros heróis, pelo que estes lutaram e seu verdadeiro passado sem subversão, e por isso sempre continuando em uma eterna inércia, somada a manipulação dos meios de comunicação que agora tão somente está sendo questionado em função da internet e das redes sociais, falta de democracia, terceirização da população para que outros resolvam seus problemas e por aí vai, seria uma lista gigantesca, que não tenho a mínima capacidade de identificar todas, ficando isso para os profissionais, e como condições de dar a solução para todas estas como se pudessem ser resolvidas sem um trabalho de toda uma nação, em todos suas classes e durante décadas.

Vendo que a crise atual é somente as cortinas da falência de nosso estado sendo escancarada. Porém não podemos ter o presente caos como fim para a solução dos problemas do Brasil, e sim o presente caos ser o meio de conscientização que precisamos mudar, descobrir o que, e como.

Também, vejo que não teremos eleições honestas, sem intervenção ou com intervenção, pois a única forma em tempo hábil seria votação em cédulas de papel, e isso não interessa para o Estamento. E levaram até agora o descumprimento da lei do voto impresso para não ser possível a compra de impressoras e adaptação de nossas urnas em tempo hábil.

E se não houver manipulação nas eleições ou no escrutínio, de qualquer forma sempre deixará essa dúvida, para sempre termos em xeque a Democracia em nosso país.

E depois das eleições o mesmo Estamento antes do sufrágio continuará, pois este foi sendo aparelhado por décadas e para desaparelhar o mesmo, desde a identificação dos agentes da subversão até a substituição por outros, sem ideologia, e com o único intuito de servir o estado demandará um grande tempo, esforço e conhecimento, sendo este último o que menos possuímos.

Mesmo que houvesse uma intervenção e em prol da população, não haveria tempo hábil, ao meu ver, para um limpeza no Governo e Estamento a tempo das eleições; isso colocando que nossas FFAA conseguissem curar esse câncer em metástase. Pois qualquer mudança nesse país deve ser de baixo para cima, na educação e construção da cultura de um povo e isso não seria menos do que décadas.

E mesmo que alguns achem que a solução deva ser uma intervenção militar, mesmo com o prejuízo das eleições (que já será duvidosa), teriam que ter a certeza que as FFAA conseguissem, com seu contingente, limpar os 3 poderes, até que essas eleições aconteçam. E acho impossível que tenhamos tempo hábil até outubro de 2018, pois essa limpeza teria que ser desde municípios até a presidência.

Mesmo assim restaria uma população ainda com as faltas supracitadas, e voltaríamos novamente aos problemas anteriores.

Por isso eu acredito que a intervenção deveria ser civil, do povo, com cidadania sendo exercida, e se responsabilizando por seus erros e acertos. Ao invés de sempre querer terceirizar a solução de todos os erros cometidos por nossa ignorância a salvadores, como se estes pudessem por si resolver todos os problemas de uma nação do dia para noite, ao invés de se produzir um crescimento na conscientização e responsabilidade de toda uma nação em seu futuro.

Mas, foi feito um grande planejamento para a total desestruturação de nosso Estado e caos da sociedade que nós estamos presenciando agora. E o caos é o desejo daqueles que lucram com a desestabilização.

Também não afirmo que os pleitos dos caminhoneiros estejam errados e que as consequências destes não devam ser suportadas para sairmos desse torpor que vivemos – em berço nem um pouco esplêndido.

O problema e o perigo são os agentes do Estamento, muito bem organizados, se locupletarem da presente situação para enforcar ainda mais nossa situação e desmoralizar as poucas reservas que ainda temos, como acabar com a última forma de organização contra os desmandos e usurpações de nosso Estado e do que resta de nossa liberdade.

De qualquer forma estamos em uma gigantesca crise, e devemos nos conscientizar que será muito maior e muito mais longa.

O país está quebrado financeiramente, estruturalmente, moralmente, e com uma geração a duas de “idiotas úteis” e outras de ignorantes cívicos e políticos. Estes deveriam estar prontos para produzir, mas foram “lobotomizados” ou excluídos do conhecimento, somados a isso a preguiça de estudar. Além disso, não temos uma economia para que estes, mesmo que conseguissem, fossem nela inseridos e a país pudesse crescer econômica e moralmente.

Uma das certezas que tenho, é que estamos tão desestruturados, que a cada desmando, a cada descumprimento de nossa Constituição, grande parte da sociedade clama por uma intervenção militar em face da generalizada Cultura da Impunidade em que vivemos, aonde a Lei e Ordem são subvertidas e relativizadas a todo momento. Dessa forma não é possível repreender o anseio por uma intervenção, mas também é difícil aceitar que nós não possamos resolver todos os erros que causamos, por culpa ou omissão, na total ignorância que por muito tempo vivemos.

Outra certeza estampada para todos vermos é que não vivemos em uma verdadeira democracia, pois não confiamos em nossas instituições e em nós, cada qual na sua competência, para resolver os problemas de nossa Sociedade. E no estado atual que estamos não devemos mesmo confiar, pois vamos do grau de incompetência a aparelhamento visando a manutenção da presente casta que destrói esse país. Temos muito ainda a crescer, embora já tenhamos avançado um pouco, pois, para muitos, as discussões já ultrapassaram a escalação da seleção de futebol ou os comentários acerca dos personagens de novela.

Estamos no Início de uma “Tempestade Perfeita”, e seria muito bom todos estudarem a fundo o presente problema ao invés de repetir as ideias de terceiros sem conhecer as suas reais intenções. Temos que, enfim, começar a pensar, sem a vaidade de ter “opiniões próprias” ou de “outrem” e sim opiniões verdadeiras.

Raphael Panichi

O post O Início da Tempestade Perfeita apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2018/05/27/o-inicio-da-tempestade-perfeita/feed/ 0 11214
MANIFESTO: Por Uma Nova Liberdade! http://avancabrasil.site/2018/05/26/manifesto-por-uma-nova-liberdade/ http://avancabrasil.site/2018/05/26/manifesto-por-uma-nova-liberdade/#respond Sat, 26 May 2018 21:07:14 +0000 http://avancabrasil.site/2018/05/26/manifesto-por-uma-nova-liberdade/ Movimento Avança Brasil pede a destituição dos três poderes.

O Movimento Avança Brasil, fundado em 15/02/2015 por um grupo de cidadãos livres e de bons costumes e que vem trabalhando para a TRANSFORMAÇÃO do Brasil em um ESTADO LIBERAL, com uma sociedade próspera, livre e aberta, permeado pela TRANSPARÊNCIA e EFICIÊNCIA de tudo que é público, com LIMITAÇÃO e SEPARAÇÃO clara de poderes e pela implantação do Federalismo Pleno no Brasil, conclama o povo para ir às ruas pedir que os TRÊS PODERES SEJAM IMEDIATAMENTE DESTITUÍDOS.

Pede ainda o manifesto, que uma junta CÍVICO-MILITAR composta por um Comitê de Notáveis do povo assuma o comando do país com a convocação imediata de uma nova constituinte.

Diz o manifesto que esta será a oportunidade de transferir ao verdadeiro dono do país, o Povo Brasileiro, o direito inalienável de votar pela sua própria Carta Magna.

Veja os detalhes...

O post MANIFESTO: Por Uma Nova Liberdade! apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
A Todos os Brasileiros,

O Movimento Avança Brasil, fundado em 15/02/2015 por um grupo de cidadãos livres e de bons costumes vem trabalhando para a TRANSFORMAÇÃO do Brasil em um ESTADO LIBERAL, com uma sociedade próspera, livre e aberta, permeado pela TRANSPARÊNCIA e EFICIÊNCIA de tudo que é público, com LIMITAÇÃO e SEPARAÇÃO clara de poderes.

Trabalhamos pela implantação do Federalismo Pleno no Brasil, pela total descentralização do poder político e de recursos, gerando autonomia administrativa e jurídica para estados e respectivos municípios.

Somos liberais na economia e conservadores das melhores tradições da família brasileira, da ética, moralidade, liberdade individual, transparência e democracia.

Acreditamos em nossos princípios e deveres, para com a nossa família, nossa Pátria e para com a Humanidade. O combate à tirania, à ignorância, aos preconceitos e aos erros é tema constante em nossa agenda. Não temos nenhum vínculo partidário, mas repudiamos os partidos que possuem ideologia que propagam a tirania como forma de poder, tais como Nazistas, Fascistas, Socialistas, Comunistas e Globalistas.

Constatamos há muito tempo que não existe caminho fácil para sair do buraco no qual nos metemos. Mas, esse poço fundo pode ser a maior oportunidade da nossa história.

Após mais de 30 anos de governos socialistas horríveis, marcados pela oficialização da entrega de todos os “galinheiros brasileiros às raposas”, e por gestões trágicas de nossa Educação, de nossa Saúde e de nossa Economia, vemos a chocante constatação de que nossos Três Poderes, os mais caros do mundo, são também os piores. Quatro em cada cinco membros de nossos poderes, não tem moral alguma para lutar por JUSTIÇA, e quase nenhum liga para o interesse público.

O Povo tem que ter poder sobre todos os agentes do Estado que tem poder sobre o Povo. O cidadão não pode mais ser submetido à humilhante e excessiva burocracia, que também é mãe dileta da corrupção. É por isto que todas as estruturas de governo, dos Três Poderes, devem ser reformuladas, diminuindo gastos, privilégios e a insanidade documental que trava a vida de todos e o País.

Vivemos um momento extremamente delicado que veio à tona com a paralização de nossos irmãos caminhoneiros.

Por isso, conclamamos nosso povo para irmos às ruas pedir que nossos TRÊS PODERES SEJAM IMEDIATAMENTE DESTITUIDOS e que uma junta CÍVICO-MILITAR composta por um Comitê de Notáveis do povo assuma o comando do país, escreva uma nova Constituição Federal, a submeta ao povo por meio de um referendo e em seguida a promulgue. Será a oportunidade de transferir ao verdadeiro dono do país, o Povo Brasileiro, o direito inalienável de escrever e aprovar a sua própria Carta Magna.

O rascunho desta nova Carta Magna pode ser visto no seguinte link: http://www.constitucionalfederalista.org.br/category/constituicao/

Não abriremos mão dos seguintes pontos:

  1. Defesa do direito à propriedade privada como uma das formas de assegurar a liberdade individual, assim como o direito à autodefesa individual, um direito que deve ser constitucional,

  2. Liberdade com igual dose de responsabilidade, sendo a autonomia individual decorrente disso.

  3. As decisões devem ser tão próximas quanto possível do cidadão. Dentro da União, a esfera superior só pode interferir na inferior em emergências, em graves crises locais, com respeito à autonomia estadual.

  4. Decisões de natureza moral e de costumes devem ser tomadas por munícipes e não impostas por diretrizes e ideologias dos governantes da esfera federal.

  5. Somos contra o Estado unitário, centralizador de poder, de recursos, e que impõe leis e regras aos estados e municípios. O Estado deve se reger por princípios consignados em uma Constituição sintética, simples e clara. Tudo o que não estiver previsto constitucionalmente à União, caberá aos estados e cidades, subsidiariamente.

  6. A única forma de eliminar o risco da existência de um Estado Totalitário e interventor é a descentralização dos poderes e recursos.

  7. Defendemos, portanto, uma nova Constituição assentada em princípios claros e sucintos que definam e estabeleçam claramente os limites entre os poderes, descreva o federalismo e as responsabilidades da esfera estadual e federal. Que limite claramente a ação de governos e das instituições do Estado na sociedade.

  8. A Constituição Federal, em um Brasil sob um Federalismo Pleno, só poderá ser alterada se aprovada por 80% dos estados federados, sem direito a veto presidencial.

  9. Acreditamos que um Estado Forte só tem como se realizar nas suas funções mínimas de garantia dos contratos, da Educação e Saúde básicas, da Segurança e Soberania, além de inteligente atuação no teatro das nações neste novo Milênio.

  10. A geração de indicadores para orientar as administrações locais de forma a fomentar o pleno desenvolvimento, evitar distorções e formação de governos ilegítimos, é uma das poucas funções de um Governo Central Federal.

  11. Municípios são entes do respectivo estado federado, nunca como entes federados e parte do Estado Central. E devem ter autonomia plena para a sua gestão, de forma que possam até mesmo escolher pela contratação de administrador urbano no lugar de um prefeito, ou um prefeito eleito sem partidos e, conselheiros voluntários no lugar de vereadores remunerados.

  12. Descentralização e fragmentação completa do poder político.

  13. O sistema eleitoral tem de ser construído de forma que os votos sejam contados publicamente e o eleitor tenha o controle sobre o seu voto (voto livre, facultativo e distrital puro) regulado por cada estado federado. A eleição do presidente da República deverá obedecer ao peso eleitoral dos estados federados, em respeito ao equilíbrio da Federação.

  14. O eleitor deve ter o direito de recuperar (recall) o seu voto sempre que o seu representante não esteja agindo de forma coerente com os interesses do povo.

  15. Acreditamos e estimulamos a livre iniciativa. O Estado não é o agente, é apenas o garantidor dos contratos por meio de instituições ágeis, sem excessos regulatórios que impeçam a livre competição entre empresas. Somos contra a concentração econômica de qualquer natureza.

  16. A perspectiva de um Estado com Federalismo Pleno é de estabilidade jurídica, com cada estado e municípios estabelecendo suas regras funcionais.

O Brasil tem jeito, depende de nós!!!

Avança Brasil!

O post MANIFESTO: Por Uma Nova Liberdade! apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2018/05/26/manifesto-por-uma-nova-liberdade/feed/ 0 11210
O estado absolutista http://avancabrasil.site/2018/05/18/o-estado-absolutista/ http://avancabrasil.site/2018/05/18/o-estado-absolutista/#respond Fri, 18 May 2018 17:37:02 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11191 Quem pode dizer que vivemos hoje em uma República, aonde não temos voto impresso, urnas auditáveis, escrutínio público, os governantes são reeleitos pela indústria da pobreza, leis não são respeitadas pelas mais “altas cortes”, e políticos e amigos de poderosos sempre possuem foro privilegiado por terem proteção de certa parte do judiciário indicado e/ou protegidos por protetorados do nosso Estamento burocrático. Vivemos sim em um estado absolutista da cleptocracia, “criminocracia”, banditismo.

O post O estado absolutista apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
Quem pode dizer que vivemos hoje em uma República, onde não temos voto impresso, urnas auditáveis, escrutínio público, os governantes são reeleitos pela indústria da pobreza, leis não são respeitadas pelas mais “altas cortes”, e políticos e amigos de poderosos sempre possuem foro privilegiado por terem proteção de certa parte do judiciário indicado e/ou protegidos por protetorados do nosso Estamento burocrático. Vivemos sim em um estado absolutista da cleptocracia, “criminocracia”, banditismo.

Não temos Livre Mercado, o politicamente correto impregna o livre arbítrio de nossa legítima e lícita manifestação, em tudo o Estado Intervém, Impostos expropriam nossas riquezas, Burocracia destrói nossa competitividade e nosso ânimo em empreender.

Não existe mais nenhum incentivo para que existam empresas honestas sem apadrinhados ou criadas somente para viver do Capitalismo de Estado. Sendo que muitas de nossas grandes empresas surgiram de uma proteção governamental, que fingia ser liberal, mas só transferiu o monopólio do estado, para o monopólio do privado que por fim, financiam seus “protetores”.

E precisamos desmistificar, nunca desfrutamos realmente do Liberalismo Econômico. Tudo foi um engodo, reservado aos Senhores Feudais, as Castas “superiores” dos “Reis” que se “alternam” de 4 em 4 anos (se não contar a reeleição) e seus “amigos”. Temos realmente concorrência no Brasil em muitos setores essenciais? As agências reguladoras foram criadas realmente para proteger os cidadãos ou as Empresas? Acredito que qualquer brasileiro que passou mais de meia hora (com sorte) em um telefone falando com atendente em um 0800 (SAC – Ouvidoria…) por erro da empresa que lhe prestava serviço (ou este nem tinha contratado o serviço e estava sendo cobrado por ele) pode afirmar isso.

O estado absolutista sem lógica

Não há nenhuma lógica em alguém se “aventurar”, em abrir sua própria empresa, empreendimento, se tornar um profissional liberal, autônomo, representar ou distribuir um produto de consumo (digo lícito, pois ilícito até incentivo podemos dizer que esse tem, pois há a muita impunidade).

Entramos em uma espiral, em um ciclo-vicioso de deterioração, de desânimo, e esse era, e é o objetivo desse estado, de seus agentes, desse estamento que foi sendo criado para isso, para cada vez mais acumular esse poder absolutista, cleptocrata, para dar continuidade a dilapidação de nossas riquezas.

Sendo que a maior riqueza desse país não são seus recursos minerais e etc… e sim o seu povo, seus cidadãos. Que no fim, esse povo é utilizado como um “escravo” do estado. Chegamos a um ponto que o estado não está mais para nos servir, e sim nós estamos para servir esse estado paquiderme, perdulário e corrupto.

Esse projeto criminoso está em roubar tudo que o país tem, tudo que produzimos e transformar nossa população em carregadores de pedras para as pirâmides de nossos Faraós que regem ilegitimamente e criminosamente essa nação.

O estado absolutista faminto

Já chegamos ao ponto que o estado está se alimentando de nossas “lágrimas-desespero-desesperança-suor-sangue”, pois somente nossos impostos não suprem mais as “necessidades” expropriatórias para sustentar essa Casta Criminosa que assaltou o país, através de uma falsa democracia.

Não há quem ainda em suas faculdades mentais não chore, ou ao menos tenha seus olhos  lacrimejando vendo esse Genocídio de Inocentes por Criminosos Armados ou por Criminosos de Colarinho Branco quando as vítimas estão no chão dos hospitais sem leitos, sem remédios, sem comida, sem emprego (muitas vezes com experiência e capacitação técnica), começando a viver abaixo da linha da pobreza.

Trabalhamos sol após sol, e tudo que ganhamos já não basta mais, pois a conta da Falência Moral e Financeira de nosso Estado se tornou tão grande, que não conseguimos mais produzir, gerar riquezas de forma suficiente, mesmo com nosso sangue e suor para sobrevivermos e sustentar toda essa “corte”. Pagamos quase R$ 5,00 o litro de uma gasolina de péssima qualidade enquanto nos Estados Unidos o mesmo litro é aproximadamente 0,52 centavos, com maior qualidade (sem contar que o poder aquisitivo do americano chega a ser 27% maior que o nosso).  E alguns Idiotas Úteis, como papagaios em um discurso ufanista ainda batem no peito e gritam o petróleo é nosso! Não imbecil! O petróleo é deles, e você paga muito caro por isso. Quem você acha que está pagando todo o roubo ocorrido na Petrobrás?

“A ignorância é a maior enfermidade do gênero humano.”

Cícero

O estado absolutista e a massa de manobra

E com todo esse cenário vivido diariamente é criado e perpetuado a desesperança, a prostração de uma nação para que não consigamos lutar e nos organizar, para que esse Estado e seus agentes continuem em seu projeto moderno de escravização de um povo, que a meu ver já não está muito longe de se concretizar plenamente. Lembre-se, “a minoria organizada irá sempre derrotar a maioria desorganizada”.

Sim, isso já era pregado por Vladimir Lênin, e quase toda uma nação foi transformada em uma massa de manobra de Idiotas Úteis, enquanto outra ainda desorganizada, tenta lutar para sair dessa escravidão.

“Usaremos  o idiota útil na linha de frente. Iniciaremos o ódio entre as classes. Destruiremos a sua base moral a família e a espiritualidade. Comerão as migalhas que caírem de nossas mesas. Nossa minoria organizada irá sempre derrotar a maioria desorganizada”.

Vladimir Lênin

Sim, vivemos em um tipo de Monarquia Absolutista em que o Rei é Estado através de seus Agentes, e não em uma República Federativa com Políticos eleitos e com um estado para servir o povo. E não maculemos a Monarquia Parlamentarista com um Rei que representa uma nação e Parlamentares eleitos sem fraude que realmente trabalham e servem os cidadãos que os elegeram, e assim merecedores de nosso mandato.

E faço aqui uma observação, não estou defendendo qualquer regime legal de estado, como o melhor nesse artigo – não é este o ponto, pois para muitos este Regime sempre foi ilegal – Golpe de 1889, ou se tornou ilegal durante o tempo de nossa República, por não mais representar o povo conforme nosso artigo 1º, parágrafo único da Constituição Federal de 1988, pois não exercemos mais diretamente nossos direitos (se realmente um dia exercemos ou fomos manobrados para tantos, e também “nossos representantes” não o fazem em sua esmagadora maioria, só buscam proveito próprios ou para terceiros)

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito e tem como fundamentos:

I –  a soberania;

II –  a cidadania;

III –  a dignidade da pessoa humana;

IV –  os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;

V –  o pluralismo político.

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, QUE O EXERCE por meio de representantes eleitos OU DIRETAMENTE, nos termos desta Constituição.

O estado absolutista: uma monarquia totalitária

Continuando, vivemos sob o jugo de “Reis” e amigos desses em um Estamento burocrático, establishment, ineficiente de cleptocratas, escravagista de um povo, que tolhe as aspirações de crescimento e liberdade de uma nação, com uma Mídia “Tradicional” (Mainstreaming globalista com ideologia Vermelha sob a cartilha de Gramsci), parcial, com o intuito de sua sobrevivência financeira, tendo em vista seu declínio inevitável em face as mídias alternativas, redes sociais, propiciada pela internet (enquanto ainda houver liberdade nessa), defendendo os Criminosos de estimação com a esperança de manterem a sua retórica falaciosa, falsa, “FakeNews”, como único donos e difusores da “verdade” (deles), e das verbas governamentais em propagandas ou favores na ”rolagens” de dívidas/empréstimos.

“No meio de um povo geralmente corrupto a liberdade não pode durar muito.”

Edmund Burke

E para isso a Mídia Tradicional, porta voz do Rei Tirano que é nosso Estado e seus agentes, agora ganharam um “Órgão” que analisará as FakeNews para censurá-las, com apoio do estamento judicial, o TSE, com censores de viés ideológico claro, com a única intenção de manter nosso “status quo” de escravos dessa “Matrix”, subvertendo a verdade e impossibilitando o real conhecimento, opinião, e reflexão construtiva.

‪“Uma sociedade de CARNEIROS acaba gerando um governo de LOBOS.”

Victor Hugo

Feliz daquele que ainda consegue manter a sanidade mental com toda essa situação, mas sem se abstrair de tudo, pois nesse caso estará sendo cúmplice de tudo isso que está acontecendo, lavando as mais como Pilatos, enquanto uma nação é crucificada sem sequer também ser Santa.

“Para o triunfo do mal só é preciso que os bons homens não façam nada.”

Edmund Burke

Eu ao menos, não vejo como ter paz financeira, mental e espiritual… em um país aonde você é realmente oprimido (não aquela opressão divulgada pelos Idiotas Úteis órfãos do lulopetismo mas adotados na “Temeridade” governamental atual e sonhadores pelo bolivarianismo desde que continuem com seus “iPhones e morando no Leblon”). Como também não me vejo vencido e pronto para desistir do nosso país, do nosso futuro, da liberdade, da possibilidade de sermos felizes; mas para tanto devemos todos que possuem essa consciência trabalhar e se dedicar para o crescimento do indivíduo, para consequentemente o desenvolvimento de uma nação, ao contrário dos autos denominados “progressistas” que lutam pela destruição de tudo que é valoroso, que foi arduamente conquistado e que vem sendo arrasado paulatinamente.

“O conservadorismo advém de um sentimento que toda pessoa madura compartilha com facilidade: a consciência de que as coisas admiráveis são facilmente destruídas, mas não são facilmente criadas. Isso é verdade, sobretudo, em relação às boas coisas que nos chegam como bens coletivos: paz, liberdade, lei, civilidade, espírito público, a segurança da propriedade e da vida familiar, tudo o que depende da cooperação com os demais, visto não termos meios de obtê-las isoladamente. Em relação a tais coisas, o trabalho de destruição é rápido, fácil e recreativo; o labor da criação é lento, árduo e maçante. Esta é uma das lições do século XX. Também é uma razão pela qual os conservadores sofrem desvantagem quando se trata da opinião pública. Sua posição é verdadeira, mas enfadonha; a de seus oponentes é excitante, mas falsa.”

Roger Scruton

O estado absolutista versus a família e o indivíduo

Onde não tem estabilidade profissional, familiar (visto que há problemas diariamente sendo arquitetados como forma de desestruturar essa necessária estrutura para a sociedade, relativizando-a), e não se tem sequer a sensação de segurança, de continuar vivo ou sem ser gravemente ferido (ou de um familiar, amigo), devido à falência também proposital da segurança pública. Questiono, que pai que consegue ficar em paz sabendo que seu filho pode morrer na frente da escola, ou a caminho de casa por causa de um celular, tablet, relógio, tênis ou por simples sadismo doentio das tais “vítimas da sociedade” eternamente impunes e peões nessa reengenharia de desestabilização.

Por fim, enquanto não existir a consciência de todos sobre o verdadeiro problema atual no Brasil e no Mundo, e as pessoas não pararem de se esconder em suas bolhas, não lutarem nessa Guerra Cultural e nos demais frontes exigindo de forma organizada seus direitos, não venceremos a não ser as batalhas que eles desejam perder para criar cortinas de fumaça para que esqueçamos o verdadeiro objetivo a ser perseguido.

Corremos o risco, de repetir a história como na Grécia, Roma… de ter que “abandonar” o território, já devastado por nossos inimigos (que utilizam dessa tática de terra arrasada, como foi usada na invasão da Rússia por Napoleão ou Hitler), para lutar de fora de nossos domínios, para que ainda consigamos ter energia, sanidade e vida para continuar lutando e passarmos de sobreviventes a viventes; e enfim, espero e almejo que nossa civilização queira sair dessa “confortável” ignorância, “Matrix”, em que sua vida foi contextualizada por terceiros que vivem de nosso esforço e as vezes até de seu heroísmo, usando-os contra nós mesmos.

“Quem come do fruto do conhecimento é sempre expulso de algum paraíso.”

Melanie Klein

Raphael Panichi

Raphael Panichi é advogado, jurista, pós-graduado em direito empresarial, constitucional, tecnologia e informação e empresarial. É também presidente jurídico do Movimento Avança Brasil e membro do conselho executivo, conservador, e contra o politicamente correto.

O post O estado absolutista apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2018/05/18/o-estado-absolutista/feed/ 0 11191
As liberdades e os limites ao livre arbítrio http://avancabrasil.site/2018/05/10/as-liberdades-e-os-limites-ao-livre-arbitrio/ http://avancabrasil.site/2018/05/10/as-liberdades-e-os-limites-ao-livre-arbitrio/#respond Thu, 10 May 2018 12:59:44 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11186 Ao discorrer sobre os três tipos de liberdade, como a liberdade de ir e vir, a liberdade do intelecto e a liberdade moral, Schopenhauer encontra, afinal quais são os limites de nossa liberdade.

O post As liberdades e os limites ao livre arbítrio apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
Schopenhauer escreveu em seu Ensaio sobre o livre arbítrioo seguinte sobre as liberdades:

“Considerando cautelosamente, este conceito [da liberdade] é negativo. Compreendemos que seja simplesmente a ausência de tudo o que impede e obstrui; entretanto, o que impede e obstrui deve ser algo positivo. No tocante à possível natureza desse algo que impede, o conceito tem três diferentes subespécies, nomeadas como liberdades física, intelectual e moral.

Ao discorrer sobre os três tipos de liberdade, como a liberdade de ir e vir, a liberdade do intelecto e a liberdade moral, Schopenhauer encontra, afinal quais são os limites de nossa liberdade.

A liberdade física é, afinal, limitada a nossos recursos. Não temos asas, o que certamente nos impede de voar por nós mesmos, limitando a nossa capacidade de voar às condições das companhias aéreas, ou à existência de um jato particular. Podemos ir e vir livremente nas ruas de um país democrático a qualquer momento. Mas estaremos limitados às nossas opções de transporte e quanto aos recursos existentes para uma movimentação maior.

A liberdade intelectual, por sua vez, é limitada em relação ao conhecimento pré-existente. Como pode alguém conjecturar se todos os pontos de uma esfera podem ser transcritos num plano sem saber o que é esfera ou o que é plano? Wittgenstein já deixava claro ao dizer que “os limites de minha linguagem são os limites do meu mundo”. Afinal o que pode compreender intelectualmente das coisas alguém que desconhece as leis da física, os postulados filosóficos ou a legislação vigente? A ignorância é, portanto, uma forma de escravidão. E ao ser reforçada por ideólogos radicais, em geral os de extrema esquerda, forma seres inábeis em opinar politicamente ou pessoalmente sobre qualquer assunto.

Como pode a humanidade compreender qualquer coisa quando a maioria do mundo ainda não consegue compreender um parágrafo de texto? A verdade é que não pode. Se há, portanto, tantas diferenças nas condições humanas, ela é fruto da ignorância. Porém ignorância é outro conceito negativo. Entende-se por ignorância a total falta de conhecimento. Dado que o conhecimento é bom e saber sobre diversos assuntos pode ser a diferença entre sobreviver ou morrer, jamais a ignorância deveria ser propagandeada como algo salutar. Não é. Muita gente morre pela simples ignorância de que se deve lavar as mãos o tempo todo. E é preciso reverter esse quadro compartilhando conhecimento e reduzindo a ignorância. Aumentando, assim, a liberdade intelectual.

O último tipo de liberdade descrito por Schopenhauer é a liberdade moral. E essa liberdade não deve ser compreendida como libertinagem. Até porque se há alguma moral, é porque existe a convivência. E a convivência precisa ser delimitada por algo que faça sentido.

Jordan Peterson, psicólogo canadense e autor do livro 12 rules for life, dá conta, logo no primeiro capítulo, sobre como teria sido quando Moisés recebeu os dez mandamentos e voltou para o seu grupo. Quando chegou, eles estavam adorando ídolos, dançando e vibrando como se não houvesse amanhã. Nesse momento ocorreria um diálogo similar a esse:

“Trago boas notícias… e tenho algumas más notícias” o legislador fala em voz alta para eles. “O que vocês querem primeiro?”

“As boas notícias”, os hedonistas respondem.

“Eu consegui que Ele reduzisse de quinze mandamentos para dez!”

“Aleluia!”, grita o povo desregrado. “E a ruim?”

“Adultério ainda está na lista”.

Então haverá regras sim, mas não muitas. (…) Afinal Deus não deu a Moisés “As Dez Sugestões”. Ele deu Mandamentos. Se eu sou um agente livre, minha primeira reação a um comando poderá ser que ninguém, nem mesmo Deus, dirá pra mim o que eu devo fazer, mesmo que seja bom para mim. Mas a história da idolatração também nos lembra que, sem regras, nós rapidamente nos tornamos escravos de nossas paixões — e não há nada libertador nisso.

Portanto verificamos que os limites, que são, afinais, positivos, formam a única liberdade que é possível para um ser que quer conviver bem com o próximo. Do contrário, rapidamente veríamos um acúmulo de assassinos, criminosos e psicopatas por toda parte. O fenômeno, porém, que vale a pena comentar, é justamente o fato dessa realidade estar tão diante de nossos olhos em países como o Brasil.

Isso ocorre porque o conceito de liberdade criado por radicais de extrema esquerda é algo parecido com o da criança birrenta que acha que pode tudo. Vende-se a ideia de que liberdade não é agir dentro de algumas regras importantes de convivência, mas que a própria convivência deve exigir uma total disponibilidade de todos para fazer qualquer coisa.

O objetivo final, ainda que não esteja muito claro, é tornar as pessoas em escravas dos seus próprios prazeres, tornando-as incapazes de tomar decisões das mais simples, porém com grande facilidade para decidir pelo que dá prazer imediato.

Para libertar-se dessa armadilha, é preciso reconhecer que a verdadeira liberdade não é a libertinagem. Mas sim uma que permita as liberdades físicas, intelectuais e morais de existirem num comum acordo de convivência. E que a liberdade possa ser restringida àqueles que simplesmente não aceitam regras e que querem, na verdade, que as suas regras prevaleçam sobre as regras dos demais.

Como reconhecer esse tipo de coisa vai do livre-arbítrio de cada indivíduo, esse artigo não tem a obrigação de convencer você a abandonar a sua vida hedonista ou a tornar-se um asceta. O objetivo é apenas conscientizar, por meio de ensinamentos tão importantes, como alguns agentes querem reduzir a sua liberdade oferecendo mais liberdade como uma armadilha para a tirania.

Alguma moral sempre deverá existir. Seja ela qual for para você, é importante que as suas regras não sejam diferentes demais das regras da maioria. É preciso também obedecer as leis, desde que justas, e continuar, de forma renitente, a buscar novas leis para decisões morais sempre que for necessário. Ou isso ou veremos, por exemplo, cada vez mais assassinatos de inocentes bebês, ou até mesmo o preconceito contra heterossexuais a partir de homossexuais. Se nada disso faz sentido para você, será muito melhor buscar uma liberdade que faça sentido. E ela é delimitada por um ponto dentro de um círculo onde você está. Os limites da sua circunferência será sempre você que definirá. E, certamente, você saberá aumentar ou diminuir o ângulo do compasso de acordo com as necessidades.

É claro que você não deve assassinar ninguém. Porém ninguém está livre de precisar matar alguém por legítima defesa. Existem diferenças morais entre legítima defesa e assassinato premeditado. Porém, até mesmo a assassinato premeditado de um serial killerpode ser, afinal, uma legítima defesa. A moralidade de uma morte tem todo o sentido num contexto realista como esse. E ignorar esses fatos é a mesma coisa que ignorar os limites de nossa própria linguagem. Ao desconhecer esse fato, muita gente não conseguem nem perceber o quanto há de ignorância em si mesmo. E, com isso, já estão entregando seu corpo, mente e alma para os tiranos de plantão.

Para livrar-se dessa sina terrível, cabe a você, portanto, tomar melhores decisões dentro do seu livre-arbítrio. Norteando-o com uma moral, você poderá exercer as liberdades intelectuais e físicas com muita tranquilidade. E dormirá excelentes noites de sono com muito menos preocupações do que os libertinos.

 

 

O post As liberdades e os limites ao livre arbítrio apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2018/05/10/as-liberdades-e-os-limites-ao-livre-arbitrio/feed/ 0 11186
A HIDRA NÃO ESTÁ MORTA http://avancabrasil.site/2018/04/25/a-hidra-nao-esta-morta/ http://avancabrasil.site/2018/04/25/a-hidra-nao-esta-morta/#respond Thu, 26 Apr 2018 00:36:32 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11182 A famosa Hidra, um monstro da mitologia grega que tinha corpo de dragão e várias cabeças de serpente, era uma fera quase invencível. Segundo a lenda suas cabeças podiam se regenerar e alguns contam que, ao se cortar fora uma das cabeças duas cresciam em seu lugar. A Hidra era tão venenosa que podia matar […]

O post A HIDRA NÃO ESTÁ MORTA apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
A famosa Hidra, um monstro da mitologia grega que tinha corpo de dragão e várias cabeças de serpente, era uma fera quase invencível. Segundo a lenda suas cabeças podiam se regenerar e alguns contam que, ao se cortar fora uma das cabeças duas cresciam em seu lugar.
A Hidra era tão venenosa que podia matar apenas com seu hálito, assim era temeroso até mesmo se aproximar dessa besta.
A ficção e a mitologia estão sempre à espreita da realidade, assim como a vida imita a arte, vale o vice-versa. Assim como no mito da Hidra, nossa luta contra a ameaça comuno-esquerdista no Brasil e na América Latina é mais difícil do que se imagina.
Essa ameaça, assim como a fera mitológica possui várias cabeças e também pode resurgir, por isso é fundamental a nossa atenção. Vencemos algumas batalhas, cortamos algumas cabeças, mas não matamos a Hidra.
Não faz parte da cultura do brasileiro insurgir-se de forma contundente a esse tipo de causa. Vivemos um momento ímpar onde tivemos avanços nesse sentido e já tivemos sim, grande participação popular em muitos movimentos.
O Impeachment da ex- presidente Dilma Rousseff foi um marco dessa luta e desse movimento. Vencemos essa batalha e recentemente mais uma quando da prisão do ex-presidente Lula, considerado por muitos como a cabeça central da Hidra.
Após esses eventos notamos uma acomodação do Brasileiro, dando-se como satisfeito e acreditando que a guerra está vencida. Pelo contrário, o momento nunca foi tão perigoso.
A Hidra, alerta, agora está ainda mais feroz, com desejo de sangue, e novas cabeças começam a surgir. Temos de ficar alertas mais do que nunca. Temos de desconfiar até dos que surgem como opções à direita e que na verdade são lobos em pele de cordeiro.
Não podemos parar agora, depende de nós continuarmos a firme batalha, as cobranças, as manifestações, exigindo que se cumpram as leis. Não é momento de recuar e sim de aproveitarmos o atordoamento momentâneo para acabar de vez com essa terrível ameaça.
Não é teoria da conspiração, não é brincadeira, não é mitologia. Nunca foi tão real a ameaça de perdermos de vez nosso país mergulhado em um regime sanguinário e brutal, tal como a mítica Hidra.
Cada um de nós pode combater esse mal. Converse com as pessoas próximas a você, difunda as ideias e ideais que vão levar o Brasil para um novo rumo. Pesquise, estude, veja quem serão os candidatos a todos os cargos eletivos para as próximas eleições que possuem o que é preciso para nos representar de fato.
Precisamos renovar, quebrar os vícios, eleger pessoas com o compromisso de mudar o Brasil radicalmente, rever as leis, a constituição a forma de governo. Precisamos formar novas lideranças, pois a guerra não terminará agora. Olhe para as crianças, vamos afastá-las dessa lavagem cerebral que vivemos.
Temos de formar novos cidadãos, com um novo pensamento, com valores éticos e morais, resgatar o respeito, resgatar a família. Este é apenas o começo.
Nós estamos vivendo um momento que certamente será contado nos livros de história em um futuro próximo. Esta é uma história a qual estamos escrevendo juntos e temos o poder de determinar qual será o final. Para isso, não podemos perder o foco, não podemos deixar de lutar.
Na história, para matar a Hidra foi preciso queimar todas as suas cabeças à medida eram cortadas, sendo a última enterrada, sepultada com uma grande pedra, para que não mais voltasse a vida.
Se houve um grande erro dos militares durante o período em que governaram o Brasil foi, sem dúvida, não terem enterrado de vez a cabeça da Hidra e é por isso que hoje ela está presente, mais forte e ameaçadora do que nunca.
Não podemos cometer o mesmo erro, pense nisso, levante-se e vamos juntos sepultar a Hidra, sem descanso, sem piedade. Acredite, o Brasil tem jeito, depende de nós.
Rodrigo Paim

O post A HIDRA NÃO ESTÁ MORTA apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2018/04/25/a-hidra-nao-esta-morta/feed/ 0 11182
#LulaPreso: O crime e o castigo http://avancabrasil.site/2018/04/05/lulapreso-o-crime-e-o-castigo/ http://avancabrasil.site/2018/04/05/lulapreso-o-crime-e-o-castigo/#comments Thu, 05 Apr 2018 22:47:07 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11177 Lula será preso por pouco mais de doze anos. Terá pelo menos meia década de vida na cadeia. O crime? Ter recebido vantagens de empreiteiros por meio de negociatas do governo público. Justo? Muito. Mas há muito mais crime na história da esquerda brasileira do que Lula jamais poderá representar.

O post #LulaPreso: O crime e o castigo apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
EDITORIAL

#LulaPreso: O crime e o castigo

Lula será preso por pouco mais de doze anos. Terá pelo menos meia década de vida na cadeia. O crime? Ter recebido vantagens de empreiteiros por meio de negociatas do governo público. Justo? Muito. Mas há muito mais crime na história da esquerda brasileira do que Lula jamais poderá representar.

Foram golpes tentados em 1935 e 1962. Tomadas do poder financiadas pelo dinheiro de assaltos a banco e outros crimes. Treinamento de cabeças do esquerdismo brasileiro na União Soviética não faltou. Atentados e crimes, justiçamentos e terrorismo, corrupção e crimes eleitorais. A esquerda vem acumulando crimes cada vez maiores. A associação ao banditismo de organizações como o Comando Vermelho desde a sua origem são provas claras: onde a esquerda toca, saem crimes.

Para a esquerda tudo pode ser relativizado. Se for em nome de uma revolução, vale tudo. E os revolucionários, representados por Lula, um sabido dedo-duro, diga-se, jamais foram todos punidos na devida forma. Muitos estão por aí, soltos, após tantos assaltos a banco, recebendo anistia e dinheiro do governo por isso. No Brasil, é claro, o crime compensou por muito tempo para esses indivíduos. Com esse dinheiro, financiaram o caviar e os demais crimes que cometeram.

O que talvez Lula não entenda hoje é que alguns brasileiros já compreenderam o jogo de longo prazo dos socialistas em nossa história. E que muitos colocam em Lula grande parte dessa culpa por ter sido o último grande líder. Responsável por crimes envolvendo empréstimo de dinheiros a outros países com governos ideologicamente solidários, Lula e Dilma facilitaram que o governo venezuelano pudesse ter recursos para maltratar a própria população.

O castigo de Lula, no fim, ainda é pouco diante dos demais crimes que cometeu ele mesmo. E menos ainda a considerar o crime do grande projeto totalitário esquerdista de que o Brasil cada vez mais se afasta. É nefasto. Maurício Macri teve grandes dificuldades para começar a melhorar a Argentina. Enquanto isso, outros países menores da América Latina que não seguiram ideologicamente a esquerda, estão muito melhores e com resultados econômicos muito mais expressivos. Esse talvez tenha sido o maior crime dos comunistas do século 21: destruir a economia onde tocam e acabar com a vida das pessoas. Esse editorial é sobre o crime e o castigo. E como o tamanho do crime ainda não pode ser resolvido apenas com a pena de Lula na cadeia.

#LulaPreso: o crime do fim da República Federativa

Quando Sérgio Cabral foi preso, muito se falou da figura dele e de sua proximidade com Lula. A verdade é que o Rio de Janeiro vem sendo uma filial de Brasília há muito tempo.

Desde que deixou de ser capital do país, muitos dos órgãos de governo que ficavam no Rio foram movidos para Brasília. E o Rio de Janeiro passou a ser a filial mais subserviente aos desmandos do governo central.

Cabral e Garotinho são exemplos claros desse período. Ambos têm penas a cumprir. Mas o que a esquerda brasileira fez com o país foi tentar adotar o modelo chinês, de que todas as províncias respondem ao governo central.

Esse modelo também foi o idealizado pela união soviética. Fracassou pela presença de estados que não concordavam com o modelo totalitário daquele regime. Mas no Brasil floresceu à base da corrupção.

Os aliados eram aliados de aluguel. Contratados para cometer crimes em parceria. Montar esquemas e armar maneiras de desviar o dinheiro público para o seu próprio bel-prazer. No fim das contas, ainda há muito o que fazer para de fato quebrar o mecanismo da corrupção brasileira. Não é só o Lula preso que vai resolver esse imbróglio.

Menos Brasília e mais Brasil é do que precisamos. Um governo central tão grande só pode ter acesso a mais poder e dinheiro com um plano de corrupção estimulado. A constituição de 88 garante serventia a esses elementos no poder, já que se torna uma corte da elite política, por ela indicada. A armadilha de 88 precisa ser resolvida para eliminar a possibilidade de termos criminosos eleitos com tanto poder sobre a vida de toda a nação. É preciso mais federalismo e menos socialismo centralizador.

#LulaPreso: Quem mais merece o castigo?

A lista é longa de envolvidos só no escândalo da Lava Jato. Ainda há muito trabalho dos investigadores e promotores pela frente para desvendar tudo. As provas e as delações precisam ser mais bem investigadas para determinar onde foi parar o que. Os partidos envolvidos devem ter multas a pagar, muito altas. E ainda há dinheiro a devolver, é claro. Alguns partidos podem até mesmo fechar. Seria justo diante da realidade que se desvendou desse nebuloso período da história brasileira.

No longo prazo, os esquerdistas do Brasil promoveram já sete golpes distintos: 1935, contra Getúlio Vargas, 1962 com João Goulart, 1998, na reeleição de FHC, 2002, na eleição de Lula, 2006, na reeleição de Lula, 2010 e 2014 com as eleições de Dilma. Em todos esses momentos houve possibilidade de fraude eleitoral, fraude nas urnas eletrônicas, gasto excessivo em propaganda, compra de congressistas e intensa atividade de engenharia social.

Tudo isso porque os esquerdistas sabiam que tinham de criar novas estratégias. Promover novas divisões, para criar novas lutas de novas classes. No fim das contas, muitos ainda merecem o castigo da prisão. Não apenas pelo crime de corrupção, mas pela vestal ideológica de que se despiram agora e que não poderão fazer mais nenhum brasileiro esquecer.

Existe corrupção por egoísmo e existe corrupção por ideologia. A mais perigosa, sem dúvida, é a última, pois é revolucionária e visa a uma perpetuação no poder e no status quo. Perpetuação é, no fim, tirania. E não há real democracia sem alternância no poder. E não termos alternância ideológica desde 1994 é algo que cada vez mais preocupa a nação. E continuará a preocupar, mesmo após a prisão de Lula. Um exemplo é o escândalo do BNDES.

#LulaPreso: quem garante que ficará preso?

Ninguém. Porque no Brasil ainda não há sequer segurança jurídica. A corte da elite de poder pode votar uma coisa hoje e discordar do próprio voto amanhã. A justiça vai assim se transformando num cassino, em que os escritórios de advocacia são bolsas de aposta para quem o crime vale a pena.

Enquanto não tivermos uma segurança de que as decisões judiciais devem ser mantidas, não haverá como o brasileiro acreditar no fim da corrupção. É preciso, portanto, eliminar a função da suprema corte como corte da elite política. Ela deve simplesmente guardar a constituição e nada mais. Para tanto precisa ter apenas juízes de carreira, e não advogados amigos dos políticos.

Não nos esqueçamos que a votação do habeas corpus de Lula foi 6 a 5, e não 10 a 0, como deveria ser numa república federativa de verdade. Estamos sob risco da exceção ainda e precisaremos continuar lutando pela nossa liberdade. Ainda há esquerdistas querendo censurar mídia e controlar a sua vida, transformando você na marionete deles. Não iremos aceitar que restrinjam a nossa liberdade por meio da injustiça, da corrupção, da ideologia e da pobreza.

Viva a liberdade, a justiça e a prosperidade!

O post #LulaPreso: O crime e o castigo apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2018/04/05/lulapreso-o-crime-e-o-castigo/feed/ 1 11177
Intervenção no RJ: quem intervirá na ideologia? http://avancabrasil.site/2018/02/16/intervencao-no-rj-quem-intervira-na-ideologia/ http://avancabrasil.site/2018/02/16/intervencao-no-rj-quem-intervira-na-ideologia/#respond Fri, 16 Feb 2018 22:53:02 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11139 O fim da possibilidade do cidadão comum possuir uma arma fez com que apenas bandidos e o Estado pudessem se armar. Isso era óbvio. Com o tempo, naturalmente, a origem da bandidagem carioca iria se manifestar. Com ideologia esquerdista grassando nos morros cariocas desde a sua origem, caberá a esse editorial lembrar alguns fatos importantes.

O post Intervenção no RJ: quem intervirá na ideologia? apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
EDITORIAL: A intervenção no Rio de Janeiro

Os membros do Movimento Avança Brasil, inclusive os membros do Rio de Janeiro, estão falando há muito tempo da importância de um reajuste nas políticas brasileiras. O fim da possibilidade do cidadão comum possuir uma arma fez com que apenas bandidos e o Estado pudessem se armar. Isso era óbvio. Com o tempo, naturalmente, a origem da bandidagem carioca iria se manifestar. Com ideologia esquerdista grassando nos morros cariocas desde a sua origem, caberá a esse editorial lembrar alguns fatos importantes. Intervenção na segurança não funcionará sem intervenção na ideologia.

Muito do crime organizado do Rio de Janeiro é fruto do trabalho contínuo do Comando Vermelho. Resultado da união, na prisão de Ilha Grande, Angra dos Reis, de presos comuns a presos políticos socialistas, o Comando Vermelho nada mais é do que a ideologia comunista em ação.

O banditismo no Rio de Janeiro passa por uma cultura altamente sexualizada, uma vida de ostentação de riquezas obtidas pelo crime, e uma ideologia de que fazem “o bem” assaltando as pessoas da “elite” carioca de um lado e drogando-a do outro.

A intervenção dificilmente pode dar certo a essa altura. Não se trata de combater apenas políticos armados. É preciso combater a ideologia que, no fim, deu origem ao atual estado de coisas. Livros seriam muito mais efetivos do que tanques. Porém os tanques devem ser tentados, ainda que os bandidos do Rio tenham acesso a armamentos anti-tanque.


Os acertos do Avança Brasil quanto ao presidente Donald J. TrumpO Portal do Movimento Avança Brasil foi um dos primeiros portais a cravar a vitória de Donald Trump nas eleições americanas. Acertamos também que ele ajudaria a economia americana com reformas liberalizantes, reduzindo impostos e otimizando a economia. O desemprego diminuiu muito e agora os Estados Unidos estão experimentando um dos melhores momentos de sua história.

Porém isso não foi obtido sem esforço. Forças da esquerda global estão unidas para combater Trump, seja espiritualmente, seja com fake news, ou até mesmo com denúncias falsas e investigações sem sentido.

A imprensa brasileira comporta-se de maneira absolutamente alinhada à imprensa esquerdista americana. Não há ainda meios de comunicação que estejam tratando dos assuntos com sinceridade. As redações brasileiras estão infestada de ideologia e à ideologia esquerdista têm servido de maneira inconteste.

Porém, caberá ao Movimento Avança Brasil continuar em sua toada de dizer a verdade. Trump está sendo bom para os Estados Unidos e, por consequência, ao Brasil. Ao criar novas possibilidades de crescimento ao seu país, os EUA devem consumir ainda mais produtos do exterior, o que pode ajudar as economias que estejam atentas à essa realidade. Torçamos para que um futuro presidente brasileiro consiga perceber melhor esse momento.


2018: o ano em que ninguém acreditará no resultado das eleiçõesA verdade é que ninguém acredita mais nas urnas eletrônicas. Esse senso, agora comum, acaba com a credibilidade do TSE e de outras instituições responsáveis pela lisura das eleições.

O brasileiro irá votar por obrigatoriedade. Mas mais de 70% dos brasileiros já têm noção de que as urnas têm software de uma empresa venezuelana, não imprime comprovantes de votos que possam ser checados e já foi testada por hackers, que as invadiram com facilidade mesmo com conexão sem fio.

O que o brasileiro sabe é que não há possibilidade de elegermos candidaturas alinhadas com projetos globalistas, sejam eles da ONU ou alinhados ao comunismo russo-chinês. Ou mesmo alinhados com o projeto globalista islâmico.

Candidaturas nacionais serão uma exigência do Movimento Avança Brasil para darmos nosso apoio. Apoio à nossa agenda, do fim do desarmamento, de federalismo e outros temas importantes também será exigido. Quem poderá nos acompanhar nesse caminho? Certamente os políticos honestos e potenciais novas caras que possam trazer novos caminhos. O Brasil não pode ser para sempre um país atrasado. Com a palavra o membro do Avança Brasil Luiz Philippe de Orleans e Bragança:

O post Intervenção no RJ: quem intervirá na ideologia? apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2018/02/16/intervencao-no-rj-quem-intervira-na-ideologia/feed/ 0 11139
Brasileira Detona Jucá http://avancabrasil.site/2017/11/30/brasileira-detona-juca/ http://avancabrasil.site/2017/11/30/brasileira-detona-juca/#respond Thu, 30 Nov 2017 02:12:33 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11110 Brasileira Detona Romero Jucá Pergunta sobre o acordo para parar a Lava Jato! Veja que o Deputado está tão acostumado a Surrupiar, que quer surrupiar o Celular da Moça também!

O post Brasileira Detona Jucá apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
Brasileira Detona Romero Jucá
Pergunta sobre o acordo para parar a Lava Jato!

Veja que o Deputado está tão acostumado a Surrupiar,

que quer surrupiar o Celular da Moça também!

O post Brasileira Detona Jucá apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2017/11/30/brasileira-detona-juca/feed/ 0 11110
A Mulher do Ano Foi: http://avancabrasil.site/2017/11/29/mulher-do-ano-foi/ http://avancabrasil.site/2017/11/29/mulher-do-ano-foi/#respond Wed, 29 Nov 2017 13:06:28 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11104 A Mídia Fake elegeu a Cantora Anitta, mulher do Ano. Mas a Mulher Ano, e da vida de Várias Crianças e Famílias do Brasil, é  Helley de Abreu Silva  Batista, de 43 anos, que  lutou com vigia que colocou fogo em creche. Ela teve 90% do corpo queimado e morreu no hospital. #MulherÉHelley Heley de […]

O post A Mulher do Ano Foi: apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
A Mídia Fake elegeu a Cantora Anitta, mulher do Ano.

Mas a Mulher Ano, e da vida de Várias Crianças e Famílias do Brasil, é  Helley de Abreu Silva  Batista, de 43 anos, que  lutou com vigia que colocou fogo em creche.

Ela teve 90% do corpo queimado e morreu no hospital.

#MulherÉHelley

Heley de Abreu Silva Batista

https://www.google.com.br/search?kgmid=/g/11f147nr7z&hl=pt-BR&kgs=f69c864f31feec49&q=Heley+de+Abreu+Silva+Batista&shndl=0&source=sh/x/kp&entrypoint=sh/x/kp

 

O post A Mulher do Ano Foi: apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2017/11/29/mulher-do-ano-foi/feed/ 0 11104
É Sr Comuna http://avancabrasil.site/2017/11/28/e-sr-comuna/ http://avancabrasil.site/2017/11/28/e-sr-comuna/#respond Tue, 28 Nov 2017 13:53:36 +0000 http://avancabrasil.site/?p=11100 É Senhor Comuna, Provar do Próprio Veneno, Colher o que Plantou, Mais dia menos dia a hora está chegando!

O post É Sr Comuna apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
É Senhor Comuna,
Provar do Próprio Veneno,
Colher o que Plantou,
Mais dia menos dia a hora está chegando!

O post É Sr Comuna apareceu primeiro em Avança Brasil.

]]>
http://avancabrasil.site/2017/11/28/e-sr-comuna/feed/ 0 11100