Justiça

VÍDEO: SENADOR MAJOR OLÍMPIO MANDA DURO RECADO SOBRE A CPI ‘LAVA TOGA’ E O STF

Durante pronunciamento no Senado Federal, o senador Major Olímpio enviou um duro recado para aqueles que tentam sabotar a CPI da operação “Lava Toga”. “Está aí a nossa colega Selma, que é juíza. Sentem exatamente o peso de não serem merecedores do julgamento da população em relação a condutas. Eu aprendi agora que recebimento de propina é prestação jurisdicional. Claro, propineiro, ladrão! Só que, opa, em terra de saci não vale dar pernada, então, vamos ficar só com uma no chão. Respeito todas as decisões das votações, vou acompanhar, defender o voto em separado do Alessandro. Nós perdemos aqui, nós vamos sustentar. Se for preciso recolher assinatura de novo, se for preciso recorrer, como disse o Amin, nós vamos recorrer. Vamos recorrer onde? No Supremo? Epa! ‘Nana nenê, que a cuca vem pegar. Papai foi para a roça, mamãe foi passear’. É isso”, declarou ele.

Ele afiançou que os senadores irão perseverar até que a CPI seja implementada: “Então, eu encerro as minhas considerações aqui dizendo que nós vamos perseverar. Não é para fazer uma luta entre os Poderes, não, é para que nós, como Poder que a Constituição estabeleceu, tenhamos a condição e a competência – só nós temos. Nós vamos abrir mão disso porque não é o momento, porque há a votação da previdência, porque há o pacote do Moro, porque, porque, porque… Lembrando o conteúdo da ementa de 1999, que não tinha objeto definido coisa nenhuma, está mais genérico. O Alessandro especificou cada caso e sustenta e até agora não apareceu quem diga para ele quais são os que são pertinentes e os que não são. E aqui, opa, é um julgamento de mérito, mas nós vamos fazer o julgamento para salvar o País, para ter a previdência, para o pacote do Moro, lalalá, lalalá, lalalá…”. Assista ao vídeo.

https://youtu.be/2TQe-XYKPrw

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.