Lava Jato

DESEMBARGADOR MANDA SOLTAR EX-PRESIDENTE MICHEL TEMER E OUTROS PRESOS NA OPERAÇÃO DESCONTAMINAÇÃO

Conforme já havíamos antecipado, o desembargador do Tribunal Regional da 2ª Região Antonio Ivan Athié revogou na tarde desta segunda-feira, o desembargador do Tribunal Regional da 2ª Região Antonio Ivan Athié revogou a prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de mais seis investigados que estão detidos desde a última quinta-feira, 21, por decisão do juiz Marcelo Bretas.

Relator do caso no TRF-2, Athié havia sinalizado inicialmente que conduziria os pedidos de liberdade para julgamento colegiado com outros desembargadores desembargadores.

Contudo, após analisar o caso no fim de semana, concluiu que as prisões afrontavam garantias constitucionais.

“Ressalto que não sou contra a Lava Jato, ao contrário, também quero ver nosso país livre da corrupção que o assola. Todavia, sem observância das garantias constitucionais, asseguradas a todos, inclusive aos que a renegam aos outros, com violação de regras não há legitimidade no combate a essa praga”, registrou, em sua ordem.

O desembargador Ivan Athié, que soltou Michel Temer e Moreira Franco, “ficou afastado do cargo durante sete anos, por ter sido alvo de uma ação do STJ sob acusação de estelionato e formação de quadrilha”, lembrou o Estadão.

O MPF no Rio vai recorrer da decisão liminar do desembargador Ivan Athié que libertou Michel Temer. A ideia é que o recurso seja apreciado pela Primeira Turma do TRF-2 na sessão de quarta-feira.

O procurador regional Leonardo Cardoso de Freitas, da Lava Jato do Rio de Janeiro, lamentou a soltura de Michel Temer e Moreira Franco.

Ele disse para O Globo:

“Lamento, sobretudo, diante do fato de que as razões para a decretação da prisão preventiva são robustas e consistentes.”

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.