A verdadeira notícia é Lula ainda estar solto

A verdadeira notícia é Lula ainda estar solto

EDITORIAL

Terrorismo na Avenida Paulista. José Dirceu, o cérebro do PT, solto com tornozeleira eletrônica. Marine Le Pen disputa com Macron o segundo turno na França. Trump mostra os músculos e se impõe contra ditaduras socialistas. Todas essas notícias encobrem a verdadeira notícia da qual pouco se fala no Brasil: Lula ainda está solto.

Há cerca de um ano e meio da eleição de 2018, Lula ainda está por aí fazendo proselitismo político e ideológico. José Dirceu já deu o recado de saída da prisão: o PT deve ir ainda mais à esquerda de onde já está.

A realidade se impõe ao brasileiro inerte que, atordoado pelas notícias, ainda não percebeu que a classe política tem uma tática clara quando o povo começa a pressionar. Basicamente começam a votar e julgar como o povo quer por um tempo, até que o povo se acomode e eles possam tomar absurdas decisões como as que estamos vendo.

A solução é não nos acomodarmos. Porém, na consciência de um Brasil de 14 milhões de desempregados, faltam forças para muitos mostrarem essa indignação. A energia, porém, costuma aumentar quando somos golpeados. E, como um Rocky da vida real, os brasileiros estão enfrentando uma luta de doze rounds, apanhando muito e resistindo. Resistiremos sempre, até a vitória.

A Lava Jato é a inspiração que deve mudar o Brasil nas próximas décadas, apesar do Lula solto

Barcelona está se apresentando como uma das maiores equipes de futebol da história do mundo. Como um Barcelona, a equipe da Lava Jato reuniu grandes cérebros brasileiros. Hábeis e corajosos, foram capazes de mostrar ao Brasil uma triste realidade: somos desgovernados por políticos autocratas. Eles só pensam neles mesmos.

O pior do Brasil é que o sistema eleitoral permite a permanência de certos caciques no poder legislativo. Mesmo que tenham rejeição altíssima. utilizam palhaçadas e artifícios para se arrastar ao poder. Chegam até mesmo a propor o voto em lista fechada. Como se os partidos do Brasil representassem alguma ideologia clara.

Na verdade, os únicos países que são claramente ideológicos são a infinidade de partidos comunistas e socialistas. Os que se dizem de direitas foram já devidamente arrastados para a esquerda em nome da autocracia. O chamado “centro” quer apenas mais e mais governo, regulações, leis e projetos que nada mais servem senão para criar empregos para amigos.

É nesse cenário que surgem esses sábios garotos, hábeis no drible político, escritores de narrativas que começam a buscar a verdade. Não apenas por palavras, mas por investigação séria, detalhada, em busca de provas e elementos complexos que levem ao topo da cadeia da organização criminosa que ora governou o Brasil e ainda tem muita gente com poder na política.

Eles vão inspirar futuros garotos, cada vez mais hábeis e inteligentes, a buscar a realidade, a verdade e a notoriedade pelo senso de dever. Algo que não existe em nossa classe política, dotada de inteligência e vontade sem o mínimo amor à nação.

O Lula solto representa a nossa visão de mundo baseada em torcidas

Para alguns brasileiros, em especial para os mais ideólogos, a política é como um jogo de futebol. Nesse momento estão em campo Lula e Sérgio Moro. Cada um atuando de um lado.

No time de Lula, há diversos elementos do governo Michel Temer. Além desses não tão óbvios, traz consigo os óbvios líderes da esquerda brasileira em seu time que estão envolvidos em atos de corrupção. Junto com os seus advogados, ministros do Supremo e eleitores ideológicos.

Do lado de Moro, há Deltan Dallagnol, diversos promotores importantíssimos que não aparecem e agentes da Polícia Federal. Com ele está a maciça população brasileira, desorganizada, atomizada e despreparada para enfrentar políticos com imenso poder na distante ilha de Brasília.

O problema é que essa grande maioria de brasileiros que torce pela Lava Jato ainda não entendeu que essa torcida precisa de um estádio. E o estádio não pode ser apenas a decepção, mas a demonstração pública de nossa indignação. Ninguém manifesta amor a um time apenas vendo o jogo pela TV. Sempre haverá torcedores que querem ir ao estádio dar moral e incentivar o seu time.

Estamos cada vez mais perto de um jogo final. E é nesse momento que as torcidas enchem os estádios, os ingressos ficam mais caros e o barulho precisa ficar ensurdecedor. Do contrário, o povo de Brasília continuará agindo em nome da impunidade de sempre. E fazendo seus gols de contra-ataque de barriga.

Lula solto com Dirceu é a vontade com a inteligência

Daniel, codinome do agente cubano José Dirceu, está solto. Com ele, toda a inteligência do comunismo brasileiro, que jamais foi delatada, está segura.

Afinal José Dirceu sempre se safou da cadeia. No passado, quando fora preso pelos militares, gerou grande problema para os comunistas brasileiros. Que resolveram da forma mais radical possível: sequestrando um embaixador americano e demandando a soltura do Zé Dirceu e outros companheiros em troca. Os dois vídeos abaixo mostram a importância de Zé Dirceu para o movimento comunista brasileiro.

Dessa vez Dirceu não precisou de uma história tão cinematográfica. Optou pelo caminho legal, onde encontrou ministros do Supremo amigos à causa do comunismo e do globalismo no Brasil.

Os momentos são outros e a luta é diferente. Mas Dirceu sempre provou ser inteligente. O plano de sequestrar o embaixador americano pode até ter sido dele. Assim como o plano de ficar calado aguardando o momento certo de sair da cadeia.

Lula não tem inteligência, mas tem energia e muita vontade. Falta o amor que equilibraria as coisas. O único amor que Lula tem é por si mesmo, pela sua auto-imagem. Ele se vê como aqueles ditadores que pintam murais enormes com suas imagens nas cidades. Com Dirceu preso em Vinhedo, é de se esperar que Lula passe muitos dias por lá na casa de seu grande parceiro intelectual. É a reunião que se quer evitar.

Lula solto e Dirceu solto: a necessidade de uma cortina de fumaça

Causa certo espanto o ataque terrorista na Av. Paulista no mesmo dia da soltura de Dirceu. Uma ideia que parece ter nascido nos porões esfumaçados dos partidos radicais de extrema esquerda brasileiro, como o PSOL.

Os perpetradores, sírios e palestinos, do primeiro ataque terrorista islâmico do Brasil pareciam estar alinhados com a extrema esquerda. Ajudaram a criar uma cortina de fumaça diante da ilegalidade da soltura do agente mais importante do estabelecimento da esquerda, não só no Brasil, como também na América Latina.

O maior crime de Dirceu, afinal, foi ter permitido que figuras grotescas, como Chávez, Maduro e Lula se tornassem políticos. Transformando a Venezuela num regime cada vez mais repressivo, antidemocrático e tirano, Dirceu sempre quis para o Brasil uma verdadeira ditadura do proletariado. Com um típico proletário como líder.

Agora soltos, a verdadeira notícia que não quer calar é o fato de Lula estar se safando com facilidade. Muito pior do que Paulo Maluf, o político mais impune da história do mundo, Lula tem a seu favor a ideologia comunista, o apoio da esquerdista ONU e de outros órgãos internacionais, como as ONGs de George Soros.

Resta ao Brasil e ao seu povo voltarem às ruas em breve para tentar mudar a nossa triste realidade. Terrorismo nunca mais.

 

 

Deixe uma resposta