Federalismo é o verdadeiro legado da maçonaria

O federalismo foi o verdadeiro legado da maçonaria

EDITORIAL

Não foi a Revolução Francesa, que criou a república da França, a revolução maçônica de fato. Foi, na verdade, a Independência Americana baseada no federalismo. Foi esta reorganização de governo em que os maçons mais trabalharam. E foi a Revolução Americana que, na verdade, inspirou a Francesa.

Até por ser anterior, 1776, enquanto a francesa teria sido em 1789, o pioneirismo dos americanos estava na criação do federalismo. Essa ideologia suplantou o conceito de tirania, de poder forte, para inaugurar um poder dividido entre os diversos Estados da nação americana.

Essa autonomia local, quando equilibrada com um poder central eficaz, mínimo e que deveria manter os interesses e a constituição americana em ordem é o que fez com que os Estados Unidos fossem um país especial.

A revolução francesa, por sua vez, acabou produzindo um novo tirano, Napoleão, com tendências a fazer engenharia social em seu país, numa política expansionista. Ou seja, os ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade, em algum momento, foram totalmente abandonados.

Na revolução americana, não. Os ideias de liberdade, igualdade e fraternidade floresceram. É o maior país do mundo hoje, não por acaso. Muitos brasileiros querem ir morar nos Estados Unidos hoje em dia. Mas o que o Avança Brasil quer ver acontecer é tornar o nosso país mais parecido com o federalismo americano. E isso só será possível com maior autonomia dos estados e menos poder central em Brasília.

O Fim do Foro Privilegiado também devolve aos juízes dos estados o poder de agir para punir políticos que foram, afinal, eleitos nesses estados. Por que esses corruptos deveriam ser julgados em Brasília? É sobre esses temas que trataremos em nosso editorial.

Federalismo é o caminho para um Brasil menos socialista

O Brasil é um país muito socialista. Essa influência não é atual. Já existe desde o início do século 20 a tendência a se tornar um país de esquerda. Fomos governados por vários políticos com ideologia socialista desde sempre. Por vezes com viés positivista, como foi o caso das intervenções militares do século 19 e 20. Por vezes com viés fascista, como foi o caso de Getúlio Vargas.

Chegamos ao socialismo por meio de promessas cada vez mais sedutoras de um governo forte central capaz de trazer felicidade às pessoas. Começou com Vargas, com uma visão fascista, perseguindo os comunistas e criando um estado de bem estar social keynesiano.

É dessa época a famigerada CLT, Consolidação das Leis do Trabalho, que causam até hoje um emperramento nas negociações entre empresas e funcionários por meio da burocracia estatal.

É preciso diminuir o poder central em Brasília e dar autonomia da relação de trabalho para os estados. Dessa forma seria possível enfrentar mais agilidade na contratação e nas demissões, facilitando os negócios e fazendo o Brasil desenvolver a sua economia de mercado, sempre emperrada por socialistas adversos que insistem em controlar o Brasil.

Federalismo romperia com a alternância entre socialismo marxista e social-democracia do PT e PSDB

Amigos que andam de mãos dadas, PT e PSDB estão criando e definindo o Brasil socialista bolivariano que vinha sendo criado nas mãos de Lula e FHC.

Projetando com Fidel Castro o projeto da Pátria Grande desde sempre, esses dois, que jamais foram adversários como quer fazer crer a imprensa marxista brasileira, estão juntos no projeto de implantação de uma agenda comunista no Brasil.

Simulando a farsa da oposição entre bolcheviques e mencheviques, os tucanos e os petistas  criaram um simulacro de direita. Para isso fizeram associações com conservadores em seus mandatos, como se essa ligação fosse suficiente para trazê-los para o centro.

Jamais abandonaram as antigas ideologias radicais de implantação do socialismo. Acreditam em caminhos diferentes, porém devidamente alinhados com o destino final.

O Federalismo romperia com ambos. Já que ambos defendem um forte governo central, governos fortes e autônomos regionais representariam a destruição de seus planos de dominação.

O federalismo é a melhor resposta para todas as perguntas do brasileiro de hoje. É certamente um caminho para desenvolver as economias com mais livre mercado, autonomia e liberdade.

O federalismo teria uma constituição de princípios que defenderia a propriedade privada. Apenas isso já colocaria o Brasil como um país de primeiro mundo. Hoje não é pois não há garantia de propriedade privada. Pois assim quiseram os socialistas que fizeram a constituição de 1988.

Federalismo romperia com a constituição socialista de 88

Não temos propriedade privada no Brasil. O federalismo romperia com a visão de “função social da propriedade” e impostos sobre a propriedade que existem no Brasil.

A existência de uma constituição que não permite a propriedade privada afasta o Brasil das garantias existentes em países de primeiro mundo. Não há garantia alguma de que você é dono de qualquer coisa no país.

Para que o Brasil de fato melhore é preciso que a nossa constituição passe a ser federalista. Similar ao que ocorre hoje nos Estados Unidos, mas, de certa maneira, com melhorias que poderiam inclusive ocorrer nos Estados Unidos hoje.

Trump, aliás, ganhou a eleição prometendo mais federalismo. Isso é, prometendo uma interferência menor de Washington D. C.  na vida das pessoas. O mesmo precisa ocorrer no Brasil. Para crescer, precisamos de menos Brasília e mais federações autônomas e independentes no país.

À medida em que não falamos sobre o assunto, estamos evitando que o Brasil deixe de ser aquilo pelo qual havia inspiração. O país sempre foi um conjunto de capitanias que tinham sua autonomia. Deixou de ser assim e viu crescer Brasília, uma cidade criada por comunistas para ser o centro do comunismo no país.

Vamos abandonar esse projeto e retomar o federalismo. O Brasil cresceria em cada região, sem a interferência maligna e intervencionista do poder central.

Defenda essa ideia e defenda o seu bolso com o federalismo pleno.

 

5 Replies to “Federalismo é o verdadeiro legado da maçonaria”

  1. Manoel Augusto says: Responder

    Mais vendilhões pensando em lucrar com o suor dos outros. A maçonaria ajudou no golpe e a colocar o Brasil nesta situação vexatória de hoje. Vergonha, vergonha, vergonha. O arquiteto do universo teria vergonha de vocês!!!

    1. Quantas pessoas foram às ruas hoje, dia 13/3/17?

  2. […] existe ilha com terra por todos os lados. É preciso dar um fim à burocracia do centro do país para dar mais poder às bordas. Somente dessa maneira o Brasil pode ser o gigante descrito em seu […]

Deixe uma resposta