Políticos: vocês devem garantir nossas liberdades

Políticos devem garantir nossas liberdades.

EDITORIAL

Políticos são homens e mulheres que possuem um cargo público cuja função é garantir nossas liberdades. Políticos são homens e mulheres que devem ter poucas liberdades para exercer o poder e a autoridade que possuem.

Toda vez que políticos começam a acreditar que têm poder para tirar a liberdade dos outros, está na hora de perder os cargos e os mandatos. Políticos precisam garantir a liberdade do povo. E devem fazer isso sem ter liberdade alguma.

Políticos precisam ser restringidos e limitados. Pois políticos, quando começam a ficar sem limites, começam a praticar a tirania. E aí é hora do povo virar as costas mesmo. Assim como os cubanos fizeram para o cortejo fúnebre de Fidel Castro.

E a mídia tentou esconder, como sempre. Os alunos dos cursos de jornalismo, doutrinados por comunistas disfarçados de professores, recebem ordens dos seus “chefes” para censurar matérias que não lhes interessam.

Essa triste realidade foi percebida nas eleições americanas e serão percebidas de novo em 2018.

Renan andou tentando limitar a liberdade de juízes e promotores. Hoje perdeu o cargo de presidente do Senado. Amanhã perderá também o seu mandato. Porque o Brasil agora é uma democracia em que o povo manda nos políticos. Antes não era. Por isso muitos políticos estão desacostumados com a pressão popular. Mas são os políticos que devem garantir as nossas liberdades, sem jamais serem livres para fazerem o que quiserem.

Políticos: vocês devem garantir nossas liberdades e não censurar jornalistas que falam a verdade

Joice Hasselmann é um exemplo de jornalista que fala a verdade e que tem sofrido por isso. Já foi demitida da Veja por falar a verdade sobre Lula. E agora sofre ameaças veladas de políticos sem vergonha que acreditam que podem fazer o que quiserem com o povo.

Imagine você, sendo um jornalista que fala a verdade, receber da Polícia Federal um dossiê contendo informações sobre a rotina de toda a sua família. Você não se sentiria ameaçado? Você não evitaria falar algumas coisas?

Pois é. É isso o que querem fazer com a Joice Hasselmann. E isso é um abuso de autoridade.

Porque é óbvio que é alguma autoridade que tem recursos suficientes para gerar um dossiê dessa forma. É óbvio que tem autoridades perdendo o respeito do povo, que já não reconhece autoridade de político criminoso. É óbvio que esses políticos se sintam ameaçados por quem fala a verdade sobre eles. Afinal essas verdades é tudo o que eles sempre tentaram esconder.

Joice não foi à manifestação ontem devido às ameaças a ela e a sua família. Esse tipo de ameaça é típica dos tribunais de justiçamento dos comunistas. É o método dos antigos coronéis, que ativaram no pântano o corpo de suas vítimas. Tudo em nome da permanência no poder.

Essa turma de bandidos, como a Joice fala no vídeo acima, está com os dias contatos para ir parar na cadeia. E não será por culpa da Joice, não. Será a justiça, humana e divina, que virão como um verdadeiro machado, ceifando as cabeças dos iníquos e impuros.

Desejamos a vocês trinta e três vezes tudo de ruim que vocês desejaram para a Joice. Tudo voltará para vocês muito pior do que vocês imaginaram.

Políticos corruptos e comunistas radicais de extrema esquerda: não reconhecemos autoridade de vocês e vocês devem garantir nossas liberdades

A Beatriz Kicis ontem, na Avenida Paulista, deixou clara a opinião dela quanto ao reconhecimento do povo.

whatsapp-image-2016-12-04-at-17-14-23
Beatriz Kicis não reconhece autoridade de bandido. E você também não deve reconhecer autoridade de político corrupto.

– Eu não reconheço autoridade de bandido!

E disse bem. O Brasil tem uma mistura de radicais de extrema esquerda junto com políticos oligarcas no maior estilo coronelista que jamais foram democráticos. Com tendência à tirania, esse tipo de gente que estamos enfrentando jamais deixou de ter liberdade para fazer toda sorte de maldades. Agora essas maldades chegarão a um fim.

whatsapp-image-2016-12-04-at-19-11-54
Mais de 200 mil pessoas foram para a Paulista dizer que não reconhecem autoridade de bandido.

Porque ontem, na Av. Paulista, mais de 200 mil pessoas estiveram presentes. Ainda que a PM tenha dito que foram só 15 mil, é impossível dizer que só havia 15 mil pessoas no amontoado de gente que se juntou na avenida.

O povo na rua é uma força que a classe política do século 21 ainda não entendeu. Com comunicação clara pela internet, as pessoas podem se organizar e fazer de tudo para pressionar a classe política a trabalhar pelo povo.

Ninguém mais quer censura, crime, ameaças de autoridades e outras coisas do gênero.

Políticos: vocês devem garantir as nossas liberdades e não limitar a liberdade dos que os investigam

O Lula falou mais alguns absurdos esta semana quando acusou a Lava Jato a causar crises financeiras.

Por mais que a Lava Jato tenha gerado recursos e dinheiro de volta para o governo e para a Petrobrás, a desfaçatez de Lula é a mesma de nossa classe política. Lula começou como um sindicalista que queria ser ditador do proletariado, mas se comporta cada vez mais como um antigo coronel do nordeste, terra de onde veio.

A melhor resposta para Lula é o fato de que a Lava Jato ganha prêmios internacionais pela luta contra a corrupção.

Países comunistas, como a China, sofrem com corrupção. O que nos leva a crer que a ditadura de partido único com cunho militar, como é o caso da China e de Cuba, jamais será capaz de defender a liberdade do povo.

Quem limita políticos e sua corrupção buscando a verdade e a liberdade são as pessoas de bem que investigam, encontram provas e prendem os culpados por crimes de homicídio, latrocínios, sequestros, morte em filas de hospitais e roubos, consequência natural do trabalho maldito e demoníaco dos corruptos.

Para essa sujeira toda, é necessário um Lava Jato.

Políticos que não garantem nossas liberdades merecem perder as suas liberdades

O povo cubano sofre. A ponto de não conseguir manifestar oposição a uma ditadura militar horrível.

Brasileiros de esquerda mentem. Dizem detestar o regime militar brasileiro, porém apoiam com unhas e dentes a ditadura militar que já matou mais de 400 mil pessoas em Cuba.

Por isso é louvável que os cubanos tenham feito essa incrível, simples, silenciosa e, certamente temerosa, manifestação de oposição ao regime.

Simplesmente viraram as costas para o cortejo fúnebre que levava Fidel Castro. Observe na foto abaixo com calma esse momento histórico.

whatsapp-image-2016-12-05-at-08-01-30
Momento histórico da empobrecida oposição cubana: todos viraram as costas ao cortejo fúnebre do lado direito. Do lado esquerdo, militares batiam continência. Esses cubanos poderão ser perseguidos posteriormente e foram corajosos.

O que queremos é que os políticos corruptos entendam que esse processo maldito e demoníaco que eles provocam tiram a liberdade do povo brasileiro. Nada mais justo que o povo brasileiro tire a liberdade desses políticos.

E é o que nós iremos fazer. À medida em que vocês tentam tolher a nossa liberdade, mais irão ser defenestrados pelo povo.

Foi o que aconteceu com o comunista Roberto Requião, radical de extrema-esquerda do PMDB, que resolveu chamar parte de seus eleitores de mentecaptos no Twitter.

A resposta do povo foi no sentido de dizer ao Requião o essencial: não reconhecemos autoridade nesses radicais de extrema esquerda. Não reconhecemos autoridade nesses oligarcas coronéis do século 19. Não reconhecemos autoridade em quem ainda não entendeu que políticos devem representar o povo, e não esquecer que o povo existe depois de eleitos.

whatsapp-image-2016-12-04-at-20-44-12
Não reconheceremos autoridade de ditadores, coronéis, corruptos ou políticos de extrema esquerda. Nunca mais.

Por isso seguiremos falando a verdade para todos vocês:

– Não reconheceremos mais autoridade de político corrupto, de político radical de extrema esquerda e de oligarcas coronéis que acreditam serem superiores ao resto dos brasileiros.

A partir de agora vocês serão apenas seres humanos comuns. O povo não mais reconhecerá ou aceitará o que quer que vocês façam. Vocês serão ignorados e cairão no ostracismo. Azar o de vocês. Afinal, fizeram por merecer essa desfaçatez do povo.

Políticos devem trabalhar para garantir nossas liberdades. E o povo tem que trabalhar para garantir que os políticos não sejam livres para fazer todas as maldades que quiserem.

O povo virará as costas para vocês, como os cubanos fizeram com o cortejo fúnebre de Fidel Castro.

Adeus. E já vão tarde.

 

Deixe uma resposta