O EFEITO LAVA JATO NA AÇÃO PROATIVA E PREVENTIVA DA POPULAÇÃO

Na edição 1125 da Revista Exame a atuação dos Observatórios Sociais foi um dos destaques com uma chamada “BOA NOTÍCIA | As armas do cidadão para controlar o uso do dinheiro pelos governantes” na capa da publicação e uma matéria de três páginas (48 à 50).

Com o título “O efeito Lava-jato” a reportagem especial de Leo Branco mostra que com escândalos de corrupção deflagrados em operações como a lava-jato, é crescente o número de voluntários engajados na cobrança do bom uso do dinheiro público, como os que atuam nos Observatórios Sociais.

Entre os exemplos elucidados está a atuação do Observatório Social de Paranaguá – PR (foto da matéria), Teresópolis – RJ, Picos – PI e Blumenau – SC, refletindo a amplitude do trabalho em 19 estados brasileiros.

Para o presidente do OSB, Ney Ribas, a reportagem é de extrema importância para o fortalecimento da Rede OSB.  “Essa publicação certamente nos ajuda a ampliar o entendimento de que o controle social que fazemos é uma ferramenta para atingirmos a justiça social por meio da eficiência da gestão pública e da integridade nas relações público-privadas”.

capa-exame-1125

Clique e confira a reportagem especial sobre os Observatórios Sociais na edição impressa

Clique aqui e confira a versão digital da reportagem.

Via Revista EXAME – edição 1125

Confira o site do Observatório Social Brasil em www.osbrasil.org.br


O Observatório Social Brasil é um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.


Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.


É uma organização não governamental criada e administrada por Maçons.

Deixe uma resposta