Diga-me com quem andas

Editorial

Uma coisa observável em lojas maçônicas é a longevidade de muitos irmãos e sua imensa sanidade, sabedoria e capacidade de transmitir conhecimento em altas idades. Isso ocorre, em grande parte, pois as amizades fraternas levam à longa vida, enquanto as alianças com inimigos ou com pessoas desonestas pode levar à morte.

Traição é tema constante na vida de muitos personagens históricos. Jesus foi traído, também foi traído Tiradentes. Não por pessoas que estavam do outro lado, mas sim por seus aliados próximos que não eram de confiança. Ninguém é totalmente de confiança, desconfiar é plenamente saudável.

Desconfiamos sempre de quem se alia com o inimigo. Não é respeitável, nem possível, que maçons possam se aliar a um partido conhecido por seus crimes e por agir como uma organização criminosa.

Não é possível que políticos, que se dizem de direita, consigam fazer suas plataformas de campanha acontecer após eleitos por partidos de esquerda. Não dá para acreditar muito nos discursos enquanto não houver quem ecoe essas palavras aos quatro cantos.

Na medida em que amadurecemos a democracia brasileira, muitos começam a perceber que democracia não é só votar e pagar imposto. A parte mais importante da democracia é quando o povo limita o poder do governante. Essa parte é a mais importante e ela hoje ocorre, no Brasil, em alguns centros de excelência.

Ministério Público, Tribunal de Contas da União e Polícia Federal são verdadeiros exemplos de instituições formadas por brasileiros que estudam e trabalham para o Brasil. Concursados, esses profissionais têm o compromisso de fazer o melhor, agindo tecnicamente, jamais politicamente, para a devida aplicação da lei.

O Tribunal de Contas da União foi uma invenção do maçom Ruy Barbosa. É uma ideia genial: permitir que um órgão público transparente e técnico examina as contas do governo. Afinal, dinheiro é rastreável. É plenamente possível, com isso, habilitar as pessoas para buscar na contabilidade dos governos do Brasil o que há de estranho. Com tecnologia e conhecimento, é possível descobrir coisas incríveis, mesmo anos depois das contas terem sido realizadas.

O TCU foi magistral na medida em que encontrou as pedaladas seguindo dinheiro. E quem está ao lado do TCU é o povo brasileiro. Quem está ao lado do antigo governo do poder executivo brasileiro eram os mesmos comunistas e terroristas que assaltavam e começaram a traficar drogas no passado.

Para podermos transcender e mudar o rumo do Brasil, é preciso que saibamos nos aliar com quem deseja e rejeita as mesmas coisas que nós. Só há longa vida quando os que estão ao nosso redor têm as mesmas virtudes e acabam com os mesmos vícios. Na medida em que se constrói templos com quem também sabe como fazê-lo, os templos — e nós mesmos — ficamos cada vez melhores.

Por isso não se mistura, numa parede, pedra bruta com pedra polida. É preciso que as pedras sejam úteis à construção e que sejam devidamente recortadas para cumprir um propósito maior: sustentar e proteger as pessoas. É preciso polir as pedras, tornando-as mais úteis, mais justas e perfeitas no encaixe. E não faremos isso misturando-nos às lascas.

Porque no Brasil de hoje o que não faltam são lascas. Como esses desgovernantes que demitiram essa professora por ser contrária à ideologia de gênero.

Por outro lado, uma jovem denunciou a tentativa do PT de juntar negros para uma manifestação. Mortadela comendo solta, sabe por que? Porque ninguém quer andar com eles sem ganhar algo em troca. Ninguém vai mais voluntariamente se aliar a um projeto de poder corrupto sem migalhas.

Isso porque, na última semana, a senadora Vanessa Grazziottin, postou vídeo apoiando uma traficante de Belém do Pará que é candidata a vereadora pelo PCdoB. Quando falamos aqui sobre o “narcocomunismo” houve quem pensasse ser teoria da conspiração. No entanto, está mais do que provada as várias associações entre comunistas e o crime do narcotráfico.

É portanto necessário que todos nós comecemos, urgentemente, a buscar uma nova realidade para o nosso país. E só iremos começar a avistar quem presta e quem não presta observando quem são os aliados de cada um. E também procurando sempre ouvir quem está disposto a falar a verdade. Como o candidato a prefeito de SP, Major Olímpio, fez no vídeo abaixo.

Major Olímpio tem andado com políticos de esquerda, mesmo sendo um político de direita. Mas é um dos poucos políticos que estão tentando, de fato, buscar uma nova realidade para o país. E são políticos que dizem a verdade que merecem a nossa aliança.

E a aliança que devemos evitar é o Império do comunismo, representado pelo pacto dos partidos de esquerda para chegar ao poder e se conservar no poder. Quem se alia a esse tipo de objetivo, jamais poderá se chamar de democrata.

Portanto, para saber em quem votar, observe com quem aquele político anda, o quão verdadeiro ele é, e o histórico do que ele vem fazendo. São critérios lógicos que servem para que o seu voto seja mais inteligente. Evite o voto sem sentido. Está mais do que na hora de votar com uma consciência mais elevada. Do contrário acabaremos elevendo os tiranos que irão, no futuro, nos escravizar. E isso nós não podemos aceitar.

Veja com quem o seu candidato está coligado. Veja se ele já apoiou o PT antes. Entenda de onde ele vem para saber para onde ele vai.

#LibertasQuaeSeraTamen #PedraPolida #AliadosDeOcasião #NãoSeAlieComOInimigo #Reaja

Deixe uma resposta